Na cidade

No Dia dos Namorados, o Santo António de Lisboa ajuda a encontrar o amor

A EGEAC criou uma plataforma com histórias, dizeres e dicas divertidas e seculares que, reza a tradição, resultam mesmo.
O Museu de Lisboa — Santo António.

O Santo António é o padroeiro “das solteiras, das grávidas e das estéreis”, dos namorados e do casamento, protetor dos lares e da família. Quem mora em Lisboa conhece bem algumas das histórias e dos mitos em torno do “seu” santo, todos associados ao seu lado de guardião e anfitrião do amor.

No Dia dos Namorados, o Museu de Lisboa — Santo António preparou uma plataforma especial para assinalar a data de forma única: conhecendo as dicas e tradições de Santo António. E, já agora, se quiser, entrando num pequeno jogo de cartas online, para ver a sorte que lhe calha ou o que o amor lhe poderá reservar no futuro.

Alguns exemplos das dicas santo antoninas ancestrais, transformadas em tradições da capital, são: “deite um cravo para o meio da rua ao meio-dia, e espreite: se for um homem a apanhá-lo, o nome dele será o do futuro noivo; se for mulher, é presságio de que nunca se vai casar”.

Ou “vire a imagem de Santo António para a parede até arranjar namorado”, a ainda “se quer casar, atire ao chão três vezes um Santo António ou um Menino Jesus, ora um ora outro, na própria casa (mas sem o partir)”. E ainda: “descalce um sapato e deita-o por uma escada, e quantos degraus faltarem para o sapato chegar ao chão, são tantos os anos que faltam para casar”.

Num espírito de brincadeira e de descobertas destas tradições seculares pode visitar então a plataforma criada pela EGEAC para ver o que o futuro — e o Santo António — lhe reservam.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT