Na cidade

Nova greve da Groundforce prevista para este mês poderá ser suspensa

Depois de um fim de semana marcado pelas centenas de cancelamentos de voos, o acordo parece estar perto de acontecer.
O Humberto Delgado, em Lisboa.

Foi um fim de semana complicado para milhares de viajantes em todo o País, quando a greve dos trabalhadores da Groundforce obrigou ao cancelamento de cerca de 650 voos.

Agora, adianta esta terça-feira, 20 de julho, a “TVI“, poderá haver um acordo à vista — e com ele, a eventual desmarcação da nova greve da empresa, prevista para o final deste mês.

Segundo o canal, fonte próxima do processo garante que a TAP e a Groundforce devem chegar a acordo em breve. Depois da paragem do passado fim de semana, a próxima paralisação tinha sido marcada para os dias 31 de julho, 1 e 2 de agosto.

Além desta greve contra o pagamento de salários e outras remunerações em atraso, desde o dia 15 de julho que os trabalhadores da Groundforce estão também a cumprir uma greve às horas extraordinárias, que se prolonga até às 24 horas do dia 31 de outubro.

A Groundforce é detida em 50,1 por cento pela Pasogal e em 49,9 por cento pelo grupo TAP, que, em 2020, passou a ser detido em 72,5 por cento pelo Estado português.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT