Na cidade

O Centro Cultural e Recreativo dos Coruchéus, em Alvalade, foi reduzido a cinzas

O fogo deflagrou em duas estruturas de madeira do histórico clube lisboeta. Dezenas de residentes tiveram de sair de casa.
Destruído na noite de terça-feira.

Por volta das 22h30 desta terça-feira, dia 27 de setembro, os habitantes de Alvalade fora surpreendidos com o pior dos cenários. Um incêndio que deflagrou nas duas estruturas de madeira do Centro Cultural e Recreativo dos Coruchéus, situado no logradouro das traseiras da Rua Alberto de Oliveira, forçava a evacuação de 30 pessoas que moravam nos prédios vizinhos, apenas por precaução.

O fogo foi rapidamente extinto graça ao Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, com a ajuda dos Bombeiros Voluntários Lisbonenses, Penha de França e Beato, num total de 75 operacionais, apoiados por 25 viaturas.

Uma pessoa recebeu assistência médica por inalação de fumo, sem outras vítimas a assinalar. O alerta de fogo foi dado pelos moradores dos prédios vizinhos. As autoridades estão a investigar as causas do incêndio.

Fundado em 1975, o Centro Cultural e Recreativo dos Coruchéus desenvolve atividades desportivas e culturais. O clube é um local de referência para o jogo de xadrez na cidade de Lisboa, oferecendo aulas da modalidade e eventos como campeonatos, além de integrar desportos como o futsal e o ténis.

A estrutura acolhia também eventos culturais como noites de fado e outros concertos, mas agora o futuro próximo das atividades do clube é incerto. A Associação Cultural e Social de Seniores de Lisboa também desenvolvia aqui as suas atividades nas instalações do clube, localizadas no cruzamento da Rua Alberto Oliveira com a Rua António Patrício, em Alvalade.

Carregue na galeria para ver o efeito devastador das chamas no edifício do icónico Centro Cultural e Recreativo dos Coruchéus.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT