Na cidade

O incrível vídeo de resgate de Maya Gabeira na Nazaré

A NiT conversou com João Coutinho, o engenheiro, fotógrafo e videógrafo que capturou o angustiante momento através de um drone.
Detém o recorde da maior onda surfada por uma mulher.

Na Nazaré surfam-se algumas das maiores ondas do País e do mundo. Foi na vila portuguesa que Garrett McNamara se tornou recordista do Guinness, após apanhar uma onda com 23,77 metros. Felizmente, no dia em bateu o recorde o surfista norte-americano não teve nenhum percalço.

Porém, nem todos conseguem surfar ondas gigantes e sair ilesos. A 8 de janeiro, a brasileira Maya Gabeira aventurava-se novamente nas marés da Praia do Norte, com esperança de bater o seu melhor registo — detém o recorde da maior onda surfada por uma mulher, com 20,7 metros. Estava no “maior swell da temporada na Nazaré” quando acabou por cair da prancha, por volta das 8h15. O momento do resgate foi gravado por João Coutinho, que partilhou o vídeo no Instagram — onde já soma mais de 1,5 milhões de visualizações.

O fotógrafo, videógrafo e engenheiro informático de 37 anos descobriu os drones de first person view (FPV) apenas há um ano. “São drones que têm uns óculos que oferecem uma performance maior e que são usados para filmagens de ação”, explica. “Quando comecei a entrar neste mundo percebi que era algo que adorava fazer, então decidi continuar”, acrescenta.

A missão de resgate durou aproximadamente dois minutos, visto que neste tipo de eventos já há sempre uma equipa pronta a atuar, recorrendo a jet skis velozes. Além disso, todos os surfistas estão equipados com coletes que os ajudam a flutuar caso caiam da prancha em pleno mar bravo. Embora tenha sido um salvamento rápido, João Coutinho diz-nos que tudo pareceu uma eternidade: “Perdi a noção do tempo”, recorda.

O plano que o fotógrafo das Caldas da Rainha tinha quando foi para a Nazaré era completamente diferente. “Soube que ia haver ondulação grande na Nazaré. Nesse fim de semana estava lá e o que aconteceu foi que acabei por entrar em contacto com um surfista da Nazaré, o António Laureano. Inicialmente ia filmá-lo a ele e à prova, então já estava lá nesse dia.”

No entanto, a sua atenção foi rapidamente desviada para a surfista brasileira quando ela caiu durante “uma onda gigante”. Mas o momento de tensão não ficou por aí. Quando já estava à deriva no mar, Gabeira foi “atacada” por outra onda enorme, que rebentou mesmo em cima dela. “Os surfistas estavam todos na água e apanhei uma onda que não sabia de quem era. A Maya caiu e acompanhei toda a missão que se seguiu”, conta o fotógrafo.

Tudo aconteceu de forma bastante rápida, o que não permitiu a João Coutinho desenvolver sentimentos fortes — lembra-se apenas de se sentir com o coração nas mãos durante aquele momento angustiante, como todos os que assistiam à prova,.

O vídeo tem sido um sucesso, com mensagens de apoio tanto para João como para Maya, que também partilhou o vídeo na sua página. “O João captou melhor o tamanho das ondas do que as pessoas em terra”, lê-se num dos comentários.

Embora o momento mais visto tenha sido o resgate de Maya Gabeira, o amante de drones FPV também filmou outros surfistas ao longo dos dias durante os quais as ondas da Nazaré atingiram grandes dimensões e tem partilhado vários no seu Instagram.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT