Na cidade

O membro mais fofo do exército ucraniano já ajudou a desarmar 90 bombas russas

Patron, um jack russel de dois anos, trabalha com os especialistas de Chernihiv.
Fotografia: Twitter @Nezhaleznist.

Nos momentos de crise, surgem os heróis mais improváveis. A guerra na Ucrânia, provocada pela invasão da Rússia a 24 de fevereiro, que já causou centenas de mortos, destruiu património, separou famílias e esteve na origem da maior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial, não é exceção. Nem todos são humanos, alguns têm pouco mais de dois palmos e movem-se em quatro patas.

É o caso de Patron, um jack russel de dois anos que já ajudou os técnicos de pirotecnia de Chernihiv a detetar e desarmar quase 90 bombas russas, salvando um número incalculável vidas. Quem o diz é o Centro para as Comunicações Estratégicas e Informação de Segurança ucraniano, que partilhou imagens deste importante membro do exército.

“Um dia, a história do Patron vai ser transformada num filme, mas, por agora, está lealmente a cumprir os seus deveres profissionais”, escreveu a entidade no Twitter.

No vídeo que acompanha a mensagem é possível ver o cão a farejar destroços à procura de material explosivo e a interagir com os colegas de profissão. As reações não se fizeram esperar e vários utilizadores desejam que o animal consiga permanecer seguro enquanto faz o seu trabalho.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT