Na cidade

O modelo low cost da Ryanair pode chegar aos comboios da Europa

Em 2019, além da CP, podem existir mais empresas a assegurar as ligações ferroviárias no País.

Vêm aí mudanças.

A partir de 2019, é bem provável que a CP deixe de ser o único operador a assegurar ligações ferroviárias no País, como a viagem entre Lisboa e o Porto. O transporte ferroviário de passageiros será liberalizado em Portugal e outras empresas podem chegar-se à frente.

O site “Shifter” avança a possibilidade de o modelo low cost da Ryanair e da easyJet estar a chegar aos comboios da Europa, incluindo Portugal. Segundo a revista “Bloomberg Businessweek“, essa mudança já começou no estrangeiro. Na República Checa, Suécia e Áustria a entrada de novos operadores duplicou o tráfego em algumas linhas com bilhetes mais baratos.

De acordo com essa publicação, a liberalização fez a movimentação na ligação entre Viena e Salzburgo aumentar até 92 por cento e os preços diminuírem até 42, por exemplo. Na Alemanha, a dona do FlixBus já opera em duas rotas de alta velocidade com tarifas a 10€.

Já se sabe que Portugal vai liberalizar o mercado de passageiros em 2019. E até 2020 todos os estados-membro da União Europeia terão de fazer o mesmo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT