Na cidade

O passeio de barco para conhecer o Gerês como nunca imaginou

A viagem é feita numa lancha rápida com seis metros de comprimento. Os passageiros são recebidos com uma garrafa de champanhe.
Um passeio de barco diferente.

A beleza natural que emana do rio e das ribeiras, das cascatas, montanhas e dos vales no Gerês leva milhares de pessoas a passarem férias neste local tão único no País. Não é por acaso que é um dos destinos portugueses mais procurados durante todo o ano e, neste verão, há uma nova forma de o conhecer: numa lancha com cerca de seis metros.

Fãs de adrenalina e do mar, esta experiência é para vocês. Desde junho que a empresa Feel Gerês está a organizar passeios de barco imperdíveis numa das maiores atrações naturais do País. Precisamente com o intuito de dar a conhecer  a beleza do Parque Nacional, um grupo de amigos juntou-se para dar início a este projeto. 

Gonçalo Lopes, Hugo Gonçalves e Gonçalo Ramalho, todos com 20 anos, são apaixonados pelo Gerês e pelo mar. “O meu pai sempre fez mergulho e a nossa família é muito ligada ao mar e aos barcos”, conta à NiT Gonçalo Lopes, natural de Braga. 

A ideia de criar o negócio surgiu há cerca de dois anos durante uma das viagens de barco que o grupo de amigos fez pelo Gerês. “Sempre achei aquilo tão espetacular e incrível e dei por mim a pensar que outras pessoas também deveriam vivenciar aquilo”, explica. A partir daí, começaram a estudar por onde haviam de começar. Um alojamento local, uma mota de água ou um barco? A escolha recaiu nesta última opção. 

Devido à pandemia, o projeto acabou por ficar parado, mas não esquecido. Este verão decidiram avançar com a ideia e, já com o barco pronto, deram início à aventura pelas águas do Gerês em junho. “Já todos tínhamos conduzido barcos e todos temos carta de marinheiro. Também fomos aprendendo uns com os outros e somos nós que conduzimos o barco e guiamos os clientes”, revela.

A viagem é feita numa lancha rápida Monterey, com seis metros de comprimento e 134 cavalos de motor. Transporta até seis passageiros, todos eles com espaço suficiente para um passeio confortável. Como Gonçalo explica à NiT, é o tipo de barco que se usa nas barragens e é próprio para passeios a lazer. “Tem boas condições, rádio, boa potência, é muito seguro e até tem uma plataforma de mergulhos com cerca de um metro para que os passageiros mergulhem em segurança.”

O Feel Gerês tem cinco passeios disponíveis: de uma hora (90€); de manhã, das 10 às 13 horas (185€); à tarde, das 14 às 17 horas (220€); o sunset, das 18h30 às 20h30 (160€); ou um dia inteiro, das 11 às 18 horas (500€). Todos têm direito a uma garrafa de champanhe e o último inclui ainda o pequeno-almoço.

Apesar de terem um plano sempre pré-definido, o objetivo é oferecer experiências completamente personalizáveis. “São os clientes que decidem, queremos que se sintam os donos do barco durante o tempo da reserva. Perguntamos se querem ir a determinados sítios e ajustamos o plano”, destaca.

Outro aspeto que também pode ser personalizado é a playlist que passa durante a viagem. Se estiver a bordo um grupo de amigos, a música será mais de festa. Se for uma família, serão escolhidos temas diferentes. Os clientes podem dizer sobre o estilo de música que preferem ou até mesmo colocar a própria seleção a tocar. 

“Esta ideia da playlist surgiu porque, numa das minhas viagens, fiz um passeio de barco em Cuba e odiava a música que estava a tocar. Aquilo estava a estragar-me a experiência, senti que não era adequada ao momento. Não quero que os nossos clientes se sintam assim”, sublinha Gonçalo.

O barco está atracado numa marina privada na zona de Vieira do Minho, perto do local onde se inicia a barragem da Caniçada e é lá que o percurso começa. Como a marina está localizada numa das extremidades, é possível percorrer todo o Gerês sem passar por locais repetidos igual.

Logo no início, os passageiros podem ver a gigantesca obra de arte de Vhils na barragem da Caniçada. O artista desenhou um enorme rosto “inspirado nos trabalhadores que deram o seu corpo e alma à edificação da barragem”, uma obra que deixa qualquer um surpreendido. 

Depois de mostrarem esta intervenção artística, seguem pelo rio até outros pontos de interesse do Gerês, até chegarem à Praia do México. É nessa altura que fazem uma pequena paragem para um mergulho nas águas claras ou para beber um copo. A cerca de cinco minutos do areal, há uma outra praia privada a que só se tem acesso de barco.

Um dos grandes destaques da viagem surge no final: as boias radicais. Já deve ter visto nos feeds das redes sociais uns vídeos de pessoas sentadas numa boia gigante presa a um barco. Pois bem, no passeio da Feel Gerês também pode ter essa experiência. As boias radicais custam 10€ por 10 minutos e é só são usadas no final do passeio porque exigem algum esforço físico. Afinal, se não estiver bem agarrado, é provável que caia à água. As reservas podem ser feitas através do Instagram ou através de um formulário online

Carregue na galeria para ver algumas fotografias da lancha rápida que o vai levar a conhecer o Gerês como nunca o viu. 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT