Na cidade

O verão mais quente de sempre na Europa foi registado em 2021

O relatório sobre o estado do clima europeu refere também que os gases com efeito de estufa na atmosfera aumentaram.
Foram atingidos recordes de temperatur em vários países.

Segundo os dados recolhidos pelo sistema de observação por satélite Copérnico, o verão de 2021 foi o mais quente de sempre desde que existem registos. A conclusão foi divulgada esta sexta-feira, 22 de abril, no relatório Estado do Clima Europeu. É ainda referido que a concentração de gases com efeito de estufa na atmosfera aumentou.

A região do Mediterrâneo atravessou uma onda de calor nos meses de julho e agosto do no passado. Ainda assim, em contraste, o relatório aponta os recordes de precipitação que foram batidos durante o mês de julho em países como a Alemanha e a Bélgica.

Segundo o relatório, aqui citado pela “CNN” internacional, a temperatura média no verão ficou um grau centígrado acima do registado entre os anos de 1991 e 2021. Ainda assim, em relação a valores absolutos do ano, 2021 não está entre os 10 mais quentes de sempre na Europa.

Itália atingiu os 48,8ºC, uma temperatura considerada um recorde europeu. Já Espanha chegou a registar 47ºC. O relatório faz ainda referência aos fogos florestais durante as ondas de calor que atingiram países como Turquia, Grécia e Itália durante quase três semanas.

Apesar de ser um relatório europeu é ainda feita referência ao aumento da temperatura global tanto em terra como no mar — entre 1,1ºC e 1,2ºC em todo o mundo, e 2,2 na Europa, em comparação à era pré-industrial.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT