Na cidade

Obras no Metro de Lisboa condicionam trânsito na Avenida Padre Cruz durante 2 meses

A partir de 22 de agosto, e até 21 de outubro, haverá cortes nas faixas de rodagem e supressão de bermas.
Os cortes devem-se às obras do Metro.

O trânsito na Avenida Padre Cruz (no Lumiar) vai estar condicionado durante dois meses já a partir da próxima segunda-feira, 22 de agosto, devido às obras do Metropolitano de Lisboa que visam expandir as linhas amarela e verde.

Vai começar uma “nova fase nas obras que decorrem na zona do Campo Grande, no âmbito da empreitada de projeto e construção dos toscos, acabamentos e sistemas para o prolongamento das linhas amarela e verde”, diz a empresa em comunicado. E acrescentam: “De modo a prosseguir com a construção do novo viaduto previsto neste projeto será necessária a introdução de novos condicionamentos de trânsito na Avenida Padre Cruz, nos sentidos Lisboa—Odivelas e Odivelas—Lisboa, entre 22 de agosto e 21 de outubro”.

A partir do início da próxima semana haverá um reposicionamento do estreitamento da faixa de rodagem da avenida, no sentido Lisboa—Odivelas, “com supressão de berma, trânsito em duas vias e proibição temporária de circulação de veículos com altura superior a quatro metros.” O Metropolitano adianta que a circulação neste troço será cortada a 29, 30 e 31 de agosto e a 19, 20 e 21 de setembro.

Na direção contrária também pode esperar supressão de bermas e a criação de uma bifurcação que o encaminhará para Entrecampos ou para a Segunda Circular, Benfica. Estão previstos cortes nos dias 5, 6 e 7 de setembro e 3, 4 e 5 de outubro. O trânsito será suprimido nos dias 12, 13 e 14 de setembro. “De forma a minimizar os constrangimentos causados, os impedimentos à circulação necessários para a concretização desta intervenção vão ocorrer durante o período noturno, entre as 23 horas e as 5 horas”, informa a empresa.

Atualmente, estão a ser construídos dois viadutos na zona. Um deles terá cerca de 158 metros e permitirá “fechar o anel no Campo Grande”, explica o Metropolitano de Lisboa em comunicado. O outro vai ter aproximadamente 428 metros e será implantado a norte dos viadutos já existentes e fará a ligação do troço Odivelas—Campo Grande à estação de Telheiras (linha verde).

O objetivo do projeto passa por ligar a zona do Rato ao Cais do Sodré, atrav´s de um percurso circular que irá ligar as linhas verde e amarela, passando as restantes ligações a funcionar como radiais — linha amarela de Odivelas a Telheiras, linha Azul (Reboleira – Santa Apolónia) e linha Vermelha (São Sebastião – Aeroporto).

Leia também este artigo da NiT onde lhe explicamos melhor o plano de expansão do Metropolitano de Lisboa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT