Na cidade

Ora aqui está o novo baloiço superstar de Portugal — e tem vista sobre o Mondego

Uma associação local viu-se obrigada a cancelar alguns planos durante a pandemia. Foi assim que surgiu a ideia.
Um projeto de amigos.

A moda dos baloiços veio para ficar e há cada vez mais sítios por explorar. O que propomos neste artigo obriga a uma subida, mas tem lá no topo uma belíssima vista sobre o Mondego.

O novo baloiço tem nome, abriu no domingo, 9 de agosto e até tem página no Facebook. Chama-se Baloiço d’As Antas P’ro Mondego e foi construído entre amigos, pelo Grupo Aventura Duas Antas. Fica situado a 316 metros de altitude entre a localidade das Seixas e o Vale do Ferro, na freguesia de Seixo da Beira, mas já lhe explicamos como pode lá chegar.

A associação Duas Antas conhece aquelas terras à beira-Mondego como poucos. Esta dezena de pessoas está habituada a dinamizar o Seixo da Beira. Entre caminhadas e percursos todo-o-terreno, eles sabem bem o que é explorar o terreno. Com a pandemia a estragar os planos, lembraram-se de que seria boa altura para terem um projeto novo.

Até tinham o local perfeito. “Se calhar há pouca gente mesmo aqui na zona que não conhece aquela encosta”, conta-nos António Escada, da associação. Estava escolhido.

Recolheram material pela zona e depois, com o trabalho de uma semana, abriram o novo espaço, deixando o convite a quem queira conhecer a zona.

Do Seixo da Beira até ao Mondego são cerca de cinco quilómetros. Lá do alto, na encosta sobre o rio, é possível fazer o caminho, mas convém estar devidamente equipado. Para chegar ao baloiço nós damos uma ajuda.

De Lisboa ou do Porto, tanto faz. Este é um desvio que pode fazer quando quiser seguir até à Serra da Estrela fugindo da A23. Eis então como chegar ao baloiço: tome a A1 em direção a Coimbra Norte, e siga depois para Viseu, Canas de Senhorim e Caldas da Felgueira.

Chegando aqui, vai encontrar as placas para Seixo da Beira. A malta que construiu o baloiço foi amável o suficiente para sinalizar com uma placa o acesso ao baloiço. Se chegou até aqui, pode seguir o resto do caminho num todo-o-terreno, mas o melhor é deixar o carro e seguir a pé.

São apenas 300 metros até ao baloiço, onde vai poder ter a tal vista maravilhosa. Olhando à volta, vai ver que a zona é também generosa em percursos com diferentes dificuldades para descobrir.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT