Na cidade

Os famosos presépios feitos com sal estão de volta a Rio Maior

A partir de 25 de novembro, a aldeia Marinhas do Sal recebe a exposição com “as manifestações natalícias mais originais do País”.
São incríveis.

A aldeia Marinhas do Sal, no concelho de Rio Maior, fica a cerca de 30 quilómetros do mar e tornou-se uma referência graças às suas salinas, umas das maiores do vale da Serra dos Candeeiros e as únicas em pleno funcionamento na Europa. Durante todo o ano, os visitantes podem observar o processo produtivo da extração deste mineral — mas há um motivo ainda mais especial para passar por lá durante o Natal.

A partir de 25 de novembro, sábado, a região volta a acolher cerca de 30 presépios de várias dimensões, mas com um aspeto em comum: são todos criados com sal. Para a produção das “manifestações natalícias mais originais do País” são, geralmente, aplicadas cerca de 30 toneladas do produto que, por ter origem no subsolo, “assegura às salinas de Rio Maior um estatuto único”.

É durante o mês de novembro que os artesãos e coletividades locais começam a esculpir os seus presépios, com o sal recolhido a partir de uma mina de água salgada que corre a grande profundidade. As peças, ricas em detalhes e distintas das tradicionais, podem ser vistas até 7 de janeiro, em vários locais de Marinhas de Sal, que está classificada como “Aldeia de Portugal”.

Além da exposição, o município de Rio Maior terá uma série de iniciativas para a quadra natalícia, como o comboio turístico que faz a ligação entre o jardim municipal e a aldeia. A viagem tem o custo de 1,50€ e estará em funcionamento até 31 de dezembro.

O programa inclui ainda a visita à Casa do Pai Natal, animação de rua, espetáculos, carrosséis, mercado de Natal, uma caminhada natalícia e cinema em família. Pode consultar a programação completa e os locais onde estarão instalados os tais presépios, na página de Facebook.

A seguir, carregue na galeria para ver imagens das edições anteriores.

 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT