Na cidade

Os leitores da NiT decidiram: este é o melhor baloiço de Portugal

O Baloiço de Penalobo, no Sabugal, destacou-se entre as 10 opções a concurso, conseguindo 49 por cento dos votos.
Fotografia: Facebook Crc Penalobo.

Depois de décadas a fazer as delícias de crianças em todo o mundo, os baloiços — que permitem, em simultâneo, a apreciar locais únicos — são agora também motivos de atração para os adultos. Mais do que a possibilidade de reviver uma das sensações mais libertadoras da infância, estes equipamentos, que já se espalharam por todo o País, conquistam pelas vistas únicas que proporcionam em plena natureza ou design arrojado.

Com tantas (e tão diversas) hipóteses ao dispor, torna-se bastante difícil escolher qual o melhor baloiço entre todos, aquele não pode deixar mesmo de conhecer. Para o ajudar nesta tarefa árdua, a NiT colocou na mão dos leitores a missão de eleger o mais incrível entre 10 bastante populares e parece não haver grande margem para dúvidas.

O vencedor arrecadou 49,1 por cento dos votos e, o que quer dizer que, de acordo com a opinião da maioria dos nossos leitores que votaram, o melhor baloiço nacional é o de Penalobo, no concelho do Sabugal, distrito da Guarda. Em segundo lugar, com 27,5 por cento, ficou o da Bendada, também no Sabugal. Já o do Burgo, na Serra da Lousã, distrito de Coimbra, fechou o pódio com 8,2 por cento dos votos.

Fotografia: Município do Sabugal.

Sobre o grande vencedor, o baloiço criado pelo Centro Recreativo e Cultural de Penalobo em 2021, vale dizer que não passa despercebido nem ao mais distraído dos seres. Construído em metal, tem a forma de uma cabeça de lobo com um coração ao centro, destaca-se no meio de uma paisagem natural que, por si só, já vale várias visitas. Pretende homenagear o animal mítico que deu origem à denominação da localidade e dos seus habitantes, os ‘falupos’, de acordo com a Câmara Municipal do Sabugal.

Localizado no alto de uma escarpa, entre rochedos, permite uma vista inigualável sobre as serras da Estrela — é possível, inclusive, observar as torres que identificam o ponto mais alto de Portugal continental — e da Gardunha. A vista abrange, também, toda a aldeia.

Junto ao miradouro, o cenário ideal para umas fotografias magníficas, tem um lago de água de nascente. O local perfeito para mergulhar quando as temperaturas começam a subir. Está rodeado por um areal com chapéus de colmo, um pequeno parque infantil, um bar de apoio, mesas e assadores para um piquenique, mas lembre-se: “não tire nada além de fotos. Não esqueça nada além de olhares. Não leve nada além de saudade”. Esta é a mensagem que se lê nas placas junto ao equipamento.

Na zona é ainda possível desfrutar de vários trilhos, aptos para BTT, trail ou caminhadas, que estão devidamente assinalados. Por ali, só não se entretém quem não quiser.

A cerca de nove quilómetros de distância do primeiro classificado encontra o Baloiço da Bendada, que ocupa o segundo lugar no pódio. Uma vez que a aldeia que lhe dá nome sempre foi reconhecida pela dedicação e amor à música, não é estranho que tenha a forma de notas musicais. Foi construído em 2021, para celebrar os 150 anos de existência — celebrados em 2020 — da sua banda filarmónica.

Localizado no Sítio da Eirinha, onde nos dias de festa se costumava tocar a alvorada, proporciona, igualmente, uma vista sobre as serras da Estrela e da Gardunha. Com o silêncio que envolve a zona, poderá escutar a tranquilidade que ali mora.

Uma vez que está no Sabugal, aproveite para conhecer os outros quatro baloiços que se espalham pela região. Como ficam relativamente perto uns dos outros, um dia é suficiente para os conhecer a todos, embora justifiquem visitas mais demoradas. Pelo caminho, vai deparar-se com pontos emblemáticos da região, como as ruínas do Sabugal Velho na Serra do Homem de Pedra, que pertence à freguesia de Aldeia Velha. Carregue na galeria e conheça em pormenor esses miradouros com vistas igualmente incríveis.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT