Na cidade

Os primeiros 6 quilómetros da nova ecovia do Arda, em Arouca, ligam várias escolas

O projeto contará com 11 quilómetros de percurso. O objetivo é promover a mobilidade sustentável nas deslocações para as aulas.
Arouca vai-se tornar mais sustentável.

A Câmara Municipal de Arouca vai inaugurar este sábado, 12 de fevereiro, os primeiros seis quilómetros da ecovia que ligará diferentes escolas, com o objetivo de promover a mobilidade sustentável. Além disso, o percurso passará por vários pontos de interesse ao longo do rio Arda.

O projeto conta com mais cinco quilómetros entre as freguesias de Várzea e Tropeço. A partir de 12 de fevereiro já será possível caminhar — ou andar de bicicleta — entre Burgo, Arouca e Várzea.

O objetivo é “fazer a ligação entre os polos escolares e outros equipamentos educativos da zona do Vale de Arouca”, com a esperança tornar “a mobilidade mais sustentável, em particular entre os mais novos”, além de incentivar um comportamento que é cada vez mais relevante nos dias de hoje”, explica a presidente Margarida Belém, citada pela “Lusa” e “Diário de Notícias”.

“Podemos observar algumas casas de lavradores, os moinhos que outrora laboravam ao longo do rio, açudes e levadas de água”, bem como “o centro histórico da vila de Arouca, o Parque do Ribeiro do Gondim, o pelourinho do Burgo, a Capela do Espírito Santo e São Frutuoso, o casal romano da Malafaia e as igrejas de Várzea, Urrô e Rossas.”

Quando terminada, a ecovia terá custado cerca de 2,2 milhões de euros, sendo 85 por cento destes comparticipados pelo Fundo de Desenvolvimento Regional.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT