Na cidade

Os spots da região de Leiria que tem de visitar pelo menos uma vez na vida

Pode pedalar pelas ciclovias, explorar grutas, mergulhar em praias fluviais ou oceânicas e conhecer a história desta zona do Centro do País.

Leiria é uma das regiões mais cool do País e quem o nega é porque não faz ideia do que por lá se passa. Além da enorme riqueza histórica da cidade e do concelho, com os seus castelos e outros monumentos, e da sorte de ficar entre a serra e o mar, é por lá que encontra ciclovias pela natureza, grutas, salinas, lagoas, abrigos rupestres, arquitetura e belas praias fluviais e oceânicas. 

Na região de Leiria, tão antiga mas tão renovada, há sempre coisas a acontecer. Ela é jovem, moderna e perfeita para conhecer a pé, seja de dia ou de noite, em família, com amigos ou a dois. Entre Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós, o que não faltam são spots bonitos que tem de visitar pelo menos uma vez na vida.

É pela história da região que começamos este roteiro – até porque o Mosteiro da Batalha é Património Mundial da Humanidade e um dos pontos de visita obrigatórios, já que é super imponente e demorou 150 anos a ser construído. Com o típico estilo gótico português, o Mosteiro é uma das mais belas obras da arquitetura portuguesa e europeia, que celebrou a vitória de Portugal na Batalha de Aljubarrota. Já que falamos de história, esta zona do Centro do País tem também vários marcos da reconquista cristã – sobretudo os castelos no cimo das colinas, em Pombal, Ansião, Leiria e Porto de Mós. Já o castelo de Leiria reabre a 22 de maio, depois de obras de remodelação que acrescentam um novo ascensor.

A natureza na Região de Leiria

Leiria é, porém, muito mais do que a sua história. A cidade convida-nos a ver montras, passear pelas ruas, comer em restaurantes típicos e beber cafés em esplanadas à beira do Lis. Muito perto, também encontra inúmeras paisagens naturais únicas – desde o Pinhal de Leiria, à Mata do Urso, Serra de Sicó e Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros. É neste último que se pode armar em explorador e descobrir as grutas de Santo António, Alvados e Mira de Aire, no concelho de Porto de Mós, e as Grutas da Moeda, no concelho da Batalha.

Eleita Cidade Europeia do Desporto em 2022, Leiria é a região perfeita para a prática de vários desportos e turismo ativo ao ar livre, graças ao seu património natural, Percurso Polis, com ótimos passadiços e ciclovias. Dos centros de BTT (como o da Pia do Urso), aos caminhos pedestres de Pedrógão Grande, Batalha ou Ansião; há muito para conhecer pela natureza da região.

Numa altura que pede passeios, caminhadas e tempo de qualidade ao ar livre, a Região de Leiria tem também vários trilhos de sonho para aproveitar a estação. Entre os passadiços mais conhecidos da zona está o de Ribeira de Quelhas, em Castanheira de Pera. Com mais de um quilómetro, o caminho é feito por entre cascatas e lagoas lindas. Já o passadiço das Fragas de São Simão, em Figueiró dos Vinhos, liga a Aldeia do Xisto de Casal de São Simão, a praia fluvial das Fragas de São Simão e um miradouro. Também não faltam quedas de água e lagoas pelo meio do percurso.

Pela Região de Leiria encontra ainda muitos sítios para comer pratos bem típicos e deliciosos. Falamos, por exemplo, da Sopa Seca, do Tachadéu, o Leitão da Boavista, a Cabidela Serrana, o Arroz de Serrabulho e a super tradicional Morcela de Arroz. As sobremesas mais famosas são as brisas do Lis e os pudins da Batalha.

Em Alvaiázere, o chícharo (leguminosa semelhante ao tremoço) é obrigatório à mesa. Para acompanhar, experimente o sabor suave e aveludado de um licor de Chícharo D’Alvaiázere. Depois de uma visita ao Museu do Vidro da Marinha Grande, siga para a Praia da Vieira. Por lá, experimente o espetacular Arroz de Marisco. Não se vai arrepender. 

A seguir, carregue na galeria para conhecer alguns dos locais imperdíveis da sua próxima escapadinha à Região de Leiria.

Este artigo foi escrito em parceria com o Turismo Centro de Portugal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT