Na cidade

Portugueses deslocaram-se tanto nos dias 23 e 24 de dezembro como em 2019

O período de Natal teve menos restrições e os portugueses aproveitaram.
Menos carros na cidade?

Devido à pandemia, este ano de 2020 tem sido bem diferente de qualquer outro. Mas encontramos já algumas semelhanças com o ano passado, fruto das circunstâncias. Foi o que aconteceu com as deslocações dos portugueses nos dias 23 e 24 de dezembro.

Dezembro tem sido marcado por diferentes restrições. Nos municípios onde o ritmo de contágio tem sido maior, os fins de semana têm contado com horários de dever de recolher obrigatório. O governo já tinha explicado que o esforço era para que o período de Natal contasse com outra liberdade de movimentos. E os portugueses aproveitaram.

Um estudo da consultora PSE, de que o jornal “Público” dá conta, revela que nestes dias de 23 e 24 de dezembro os portugueses deslocaram-se tanto como tinham feito nos mesmos dias, em 2019, altura em que a Covid-19 estava ainda na fase inicial, na China.

Os dados que o estudo realçam apontam para uma mobilidade, em termos de tempo e distância, apenas 6 por cento abaixo do que se havia verificado no ano passado. O mesmo estudo especifica ainda que no dia 24 de dezembro houve uma percentagem de deslocações mais longas de 28 por cento, muito semelhante à de 31 por cento registada em 2019. No dia 23 de dezembro foi ainda clara a diferença em relação aos últimos tempos: a mobilidade foi 5 por cento superior à média verificada antes do Estado de Emergência.

Recorde-se de que o final desta semana já será diferente, com o regresso em força de restrições para evitar aglomerações de pessoas na Passagem de Ano (e tentar assim contrariar a tendência de contágios).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT