Na cidade

Prepare os martelos: Emanuel e José Cid são cabeças de cartaz no São João de Braga

A programação já foi divulgada e conta com muitas novidades, como o carro dos pastores e o projeto “São João Hoje”.
Está a chegar o evento mais animado de Braga.

Já estamos em contagem decrescente para o regresso da festa que vai dar vida à cidade de Braga no mês de junho. Depois de dois anos de pandemia, o São João de Braga está marcado para os dias entre 15 e 24 de junho. 

O programa da festividade mais animada do ano já foi divulgado. Pode esperar dez dias cheios de música e, claro, martelos no ar. “Para aquela que é a edição fora de portas depois da pandemia, estão preparados três concertos, um novo carro dos pastores, a reinterpretação do cancioneiro sanjoanino bracarense ‘São João Hoje’ e um regresso normal com todos os divertimentos”, pode ler-se no site oficial do evento.

O programa arranca com o concerto do Emanuel, ícone da música popular, no dia 17 de junho, sexta-feira. Os Santamaria são os protagonistas do segundo grande concerto, na madrugada de 23 para 24 de junho. O São João de Braga termina com o habitual grandioso momento musical. Desta vez, com um concerto do cantor José Cid.

Ainda nesta edição, o novo carro dos pastores, que vai substituir o que era utilizado há mais de 60 anos, sai às ruas no dia 24 de junho, no tradicional cortejo sanjoanino. Como já é habitual, o concurso das cascatas sanjoaninas também volta a ter espaço dentro da programação. 

Uma das grandes novidades deste ano é o lançamento do “São João Hoje” ‒ Cancioneiro Sanjoanino Bracarense, que é um projeto de reinterpretação das sonoridades sanjoaninas apresentado pela Associação de Festas de São João de Braga (AFSJB).

O programa inclui sete cortejos, sete exposições e quatro concursos (doces sanjoaninos, cascatas, farturas e desenho). São 270 horas de programação, com 365 entidades envolvidas e o contributo de 10 mil voluntários.

“Esta edição, muito ansiada por todos, mostra no seu plano toda a alegria, todos os valores e tradições, que fazem deste São João muito especial”, explica Firmino Marques, presidente da AFSJB.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT