na cidade

A qualidade das praias diminuiu este ano em Portugal

A avaliação é da associação Zero. 20 espaços já estiveram fechados e outros 45 com banhos desaconselhados.
O aviso é deixado pela Zero.

A associação ambientalista Zero diz que a qualidade das praias em Portugal diminuiu em relação a 2020. O relatório feito com base no Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos revela que em 2021 existem mais praias com problemas do que no ano anterior.

Só este ano já foram desaconselhados, ou até mesmo proibidos, banhos em 45 praias, mais 20 do que num igual período de 2020. Esta proibição deve-se a resultados microbiológicos com valores acima dos limites. Por outro lado, até 15 de agosto, tinham sido interditadas 20 praias, mais cinco do que no ano passado.

“Houve muitas praias interditas por parte dos Delegados Regionais de Saúde no interior, locais mais suscetíveis a descargas, controlo de poluição difusa ou falta de tratamento de águas residuais, que requerem medidas adequadas de controlo”, explica a Zero.

“Muitas das zonas balneares que sofreram um desaconselhamento ou interdição durante a presente época balnear têm classificação Excelente, devendo portanto tratar-se de episódios esporádicos que, no contexto da legislação, até podem não pôr em causa a sua qualidade, mas que devem ter as suas causas devidamente averiguadas”.

Da lista de 53 praias com zero poluição, sem qualquer registo de contaminação encontrado nos últimos três anos, apenas uma contou com problemas em 2021.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT