Na cidade

Quatro detenções e 249 autos por crime de desobediência nos últimos dias

Também foram encerrados 16 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.
Há atualizações.

O Ministério da Administração Interna (MAI) fez saber, esta terça-feira, 19 de janeiro, que quatro pessoas foram detidas entre a meia-noite de 8 de janeiro e as 23h59 do dia 14 por crime de desobediência — três das quais por violação da obrigação de confinamento obrigatório.

No comunicado ao qual a Lusa teve acesso, citado pela “Sapo 24”, adianta que na véspera da entrada em vigor do novo confinamento geral, a GNR e a PSP instauraram 249 autos. Sete foram por incumprimento do uso obrigatório de máscara ou viseira (nos transportes públicos, e 18 por incumprimento do uso obrigatório de máscara ou viseira em locais como salas de espetáculos, estabelecimentos públicos, entre outros.

Além disso, o MAI informa que foram instaurados 60 autos por incumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público — 55 por não cumprimento de horário de funcionamento e sete por incumprimento realização de celebrações e de outros eventos.

Ainda dos 249 autos, 45 devem-se ao  incumprimento das regras de consumo de bebidas alcoólicas na via pública, três devido ao não cumprimento das regras relativas aos limites de lotação máxima dos transportes públicos, 19 por não cumprirem as regras impostas por autoridade de saúde e 35 por incumprimento do uso de máscara nas vias e espaços públicos.

Naqueles sete dias, foram também encerrados 16 estabelecimentos por não funcionarem de acordo com as normas estabelecidas no decreto que regulamenta o Estado de Emergência por causa da pandemia de Covid-19.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT