Na cidade

Quer melhorar a sua vida amorosa? Basta responder a estas 3 perguntas

A nova rubrica "New Pleasure in Town" quer salvar a sua vida — até porque, a dois, tudo é bem mais divertido.

Uma pandemia mundial e o Sporting campeão são razões suficientes para acreditarmos que alguém pôs o mundo em pausa e deixou-nos a viver uma realidade paralela num universo bem distante. Teorias da conspiração à parte, os últimos meses têm sido muito desafiantes a vários níveis. Andarmos há mais de um ano com menos contactos sociais tem feito com que também se reduzam as probabilidades de manter relacionamentos saudáveis ou até encontrar um par com facilidade.

Seja como for, o melhor é não se queixar porque tem muito mais sorte do que os seus avós, por exemplo. Há menos de 50 anos, durante o Estado Novo, havia dezenas de proibições bizarras e estranhas em Portugal — algumas mais conhecidas do que outras. O divórcio era proibido e o máximo que podia fazer em público era dar um beijo na testa ou andar de mão dada. Tudo o resto era um “excesso sexual” e de afeto, imagine só.

A polícia detinha mesmo qualquer pessoa que beijasse outra em público. E ainda lhes passava multas. Além disso, e como forma de castigo, rapava o cabelo ao “criminoso”. As coimas estavam estipuladas: “mão naquilo” custava 15 escudos, mas “aquilo na mão” já era mais caro – 30 escudos. Se fosse “aquilo naquilo” pagava 50 escudos, e se fosse “aquilo atrás daquilo”, a multa era de 100 escudos. “Com a língua naquilo” era o crime mais grave de todos – 150 escudos de multa, preso e fotografado. Parece ridículo, mas esta era realmente a tabela oficial de multas no nosso País.

Hoje em dia, felizmente para muitos de nós, as coisas mudaram. O sexting, por exemplo, aumentou e ganhou força, especialmente nas relações à distância e a criatividade teve de tomar conta das nossas cabeças em confinamento. Afinal, esta é uma altura péssima para ficar encalhado. Felizmente, podemos parar de esperar ansiosamente que os miúdos adormeçam para ter um momento especial a dois. Com o verão, o bom tempo e as roupas leves, o que não faltam são motivos para sair de casa e voltar a inspirar-se — mas sempre em segurança, claro.

Se precisa de ideias ou inspiração para um momento a dois, a Control junta-se à NiT para uma rubrica que lhe vai facilitar a vida. Chama-se “New Pleasure in Town” e promete dar-lhe as melhores dicas de sítios para visitar, dormir (ou não) e fazer uma refeição a dois. Neste primeiro artigo, sugerimos-lhe um fim de semana aventureiro em casal que é de ir ao céu e voltar — literalmente. 

Se está sem ideias para um fim de semana cheio de emoções fortes, saiba que temos as sugestões perfeitas para um momento a dois, com um terceiro elemento bem interessante. Mas a esse já lá vamos. Antes de lhe darmos o plano para uma escapadinha, precisamos de saber que tipo de pessoa é.

Responda a este quizz e descubra qual é a sugestão que temos para si, consoante a sua personalidade.

Vai saltar de paraquedas?

Se vai saltar de paraquedas com o seu amor é certo que a adrenalina de ambos vai estar ao rubro. Já que são super aventureiros e gostam de emoções fortes, o melhor é levarem convosco o único anel que qualquer homem ou mulher vai gostar de ver (e ter) na mão – o Pleasure Booster da Control, claro. É certo que a sensação é de voltar novamente ao céu, mas desta vez já com os pés no chão.
 

Ou vai dormir numa casa na árvore?

Oh, que românticos. Dormir numa casa na árvore pode continuar a ser uma aventura bem divertida se a souber aproveitar ao máximo. Para o ajudar, sugerimos que leve o vibrador Feel XL da Control, que permite desfrutar de momentos de prazer em grande, transportando-o a novos níveis de prazer graças às suas medidas e às 5 diferentes velocidades de vibração.
 
De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor os brinquedos da Control.

Este artigo foi escrito em parceria com a Control.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT