Na cidade

Quer ser guia local no sudoeste alentejano? A Rota Vicentina lançou um curso gratuito

Existem apenas 10 vagas para o curso e as inscrições decorrem até ao fim do ano, no site oficial.
Uma oportunidade de mudança.

Pode ser uma oportunidade para mudar de vida e dar o salto para uma atividade mais ligada a natureza e até à geografia de Portugal. A iniciativa “Turismo Responsável na Rota Vicentina: Curso para Guias Locais” é promovida pela Associação Rota Vicentina e pretende capacitar guias turísticos para a região da Costa Alentejana e Vicentina.

Segundo informações da associação à NiT, o curso é inspirado no Guia ID — um manual de boas práticas sobre a identidade do território —, tendo nascido da “crescente vontade de qualificar, em especial os mais jovens, para a criação de uma oferta local de serviços de guia que propicie experiências turísticas mais responsáveis”, de maior proximidade com as comunidades, de absorção dos valores culturais distintivos da região e com pegadas ambientais reduzidas.

O objetivo passa também por tornar o território mais resiliente do ponto de vista turístico e reforçar o seu posicionamento como “destino de elevada qualidade onde a cultura, a natureza e a atividade sócio-económica estão intimamente interligadas e estruturadas numa oferta genuína, diferenciadora e sustentável”, adianta a Rota Vicentina.

A participação neste curso é gratuita e terá a duração de 12 dias, no decorrer dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2022. Contará com sessões presenciais e online, e ainda várias saídas de campo, totalizando 77 horas dedicadas à interpretação e valorização do Património Cultural e Natural da Costa Alentejana e Vicentina, bem como da relação com as comunidades locais.

No final do curso, o guia terá a oportunidade de apresentar um programa turístico desenhado por si na 2.ª edição Semana ID, um evento promovido pela Associação na primavera de 2022.

Sob coordenação da Associação Rota Vicentina, no âmbito do projecto ID, este curso conta com a colaboração de João Ministro, sócio fundador da Proactivetur (empresa de animação turística e operador turístico / DMC especializado em ecoturismo, turismo criativo e desenvolvimento local) e co-financiamento da EEC – PROVERE e Região de Turismo do Algarve.

Existem apenas 10 vagas e as inscrições decorrem até ao fim do ano, no site da Rota Vicentina, onde se encontram também todas as informações sobre a iniciativa.

Recorde-se que a Rota Vicentina – Associação para a Promoção do Turismo de Natureza na Costa Alentejana e Vicentina é, desde 2013, a entidade responsável por gerir, integrar, dinamizar, desenvolver e promover os trilhos pedestres e cicláveis e a oferta turística associada ao produto turístico que a Rota Vicentina representa.

A associação privada sem fins lucrativos apoia-se numa das mais importantes redes turísticas de Portugal que, unida numa iniciativa conjunta em prol dos interesses do turismo e do desenvolvimento sustentável da região, está determinada em “preservar o Sudoeste e tudo o que o torna tão especial”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT