Na cidade

Quycky: a “Amazon do sexo” portuguesa lançou uma app para quem anda à procura de parceiro

Funciona como um jogo baseado em questões sobre preferências sexuais. Depois, a aplicação sugere ligações com base nas respostas.
É um conceito diferente.

Encontrar um parceiro com quem nos identificamos é quase tão difícil como encontrar uma agulha num palheiro. Se tem andado pelo Tinder, o Grindr e o Badoo em busca de companhia, está na hora de mudar de estratégia. Essas aplicações já estão ultrapassadas e fora de moda.

A Quycky, uma plataforma de sexo portuguesa, lançou uma nova dating app para ajudar os solteiros a encontrarem o amor para toda a vida — ou apenas durante uma noite. Cabe a cada um decidir. 

Com mais de 12 mil produtos à venda, incluindo brinquedos sexuais e outros acessórios, a Quycky afirma-se como a “Amazon do sexo portuguesa”. A plataforma começou a ser desenhada durante o primeiro confinamento, em março de 2020, explicaram à NiT.

“O nosso objetivo é quebrar tabus e democratizar o direito ao prazer. Queríamos criar um espaço que fizesse tudo isto de uma forma divertida, mas, principalmente, informada e com base na ciência, para que tenha um impacto positivo na vida sexual daqueles que viriam a ser os nossos utilizadores”, conta Mariana Tomé Ribeiro, uma das acionistas.

Com uma abordagem inclusiva aos temas da sexualidade, a marca já se lançou no mercado global e tem “como prioridade estratégica Portugal, Holanda, Alemanha e Estados Unidos da América”. “Portugal é um dos nossos mercados principais e apresenta um grande potencial de crescimento neste setor, o que o torna um mercado perfeito para testar, corrigir e quebrar o gelo”, sublinha.

Na plataforma, encontra várias categorias divididas por zonas erógenas —  vulva, pénis, ânus e mamilos e por momentos associados ao ato sexual — antes, durante e pós. Tudo para tornar o sexo mais simples, desconstruindo preconceitos através da venda destes brinquedos e acessórios.

À vertente e-commerce, a plataforma junta agora uma nova aplicação para o telemóvel, que foi aprovada em outubro e já está disponível na Play Store e na App Store. “O que nos levou a criar o marketplace é exatamente o que queremos fazer com a app: quebrar o gelo de forma divertida, segura e anónima”, explica a acionista. 

A grande diferença da Quycky em relação a outras aplicações semelhantes, é que não oferece a opção de deslizar para a esquerda ou para a direita quando se gosta (ou não) de um dos utilizadores, como acontece no Tinder, por exemplo. A aplicação “ignora a dinâmica de swipes, normalmente baseada no aspeto físico das pessoas, e junta-as em salas baseadas num quiz”.

Funciona quase como um jogo. Os jogadores têm de responder a uma série de perguntas sobre “relacionamentos, desejos, fetiches e outros temas dentro da esfera sexual”. Com base nas respostas, será a própria aplicação a sugerir ligações entre os utilizadores, que possivelmente terão preferências sexuais semelhantes.

“O matching é feito a partir da análise das respostas, colocando-os em jogos futuros com outros perfis semelhantes ou complementares. Depois deste primeiro ponto, já podemos escolher com quem queremos falar ou interagir de forma mais íntima”, esclarece.

O jogo está organizado por diferentes níveis de intensidade e chama-se “Curious, Hot e Spicy” e existe ainda um sistema de gratificação, onde os utilizadores podem ir subindo na classificação e obter alguns benefícios na loja online.

Apesar da designação comum de aplicação de encontros, o maior objetivo da Quycky não é apenas a componente de dating, mas sim “um matching que irá promover a partilha de experiências e conhecimentos”, contribuindo para uma comunidade mais informada.

“Somos a primeira aplicação com este propósito criada em Portugal, com ambição de chegar ao mundo. A dinâmica da aplicação materializa aquilo que são os valores da Quycky e que a distingue de outros marketplaces no segmento do prazer sexual”, afirma Pedro Ribeiro, vice-presidente do produto.

Para garantir segurança e informação a todos, a plataforma também tem um separador de apoio técnico, onde a sexóloga Leonor de Oliveira – autora do projeto “Pronto a Despir” responde a questões.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos produtos da Quycky.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT