Na cidade

As recriações históricas da Viagem Medieval estão de volta a Santa Maria da Feira

Até ao dia 14 de agosto, a cidade viaja até ao século XII para recriar os nove reinados da Primeira Dinastia.
Uma verdadeira viagem no tempo.

O centro histórico de Santa Maria da Feira, em Aveiro, vai voltar a ser invadido por mercadores, artesãos, ferreiros, padeiros, almocreves e vendedores de licores. Dois anos depois desde a última edição da Viagem Medieval, a iniciativa mais icónica da cidade começou na quarta-feira, 3 de agosto, e prolonga-se até ao dia 14 de agosto, domingo.

“O regresso da Viagem Medieval é o retomar de um evento que é uma imagem de marca nacional e internacional de Santa Maria da Feira e é o recuperar de uma tradição que liga todos os agentes do território na promoção do património histórico de Portugal”, comenta Emídio Sousa, presidente da Câmara Municipal.

Durante 12 dias, a Viagem Medieval de Santa Maria da Feira recriará a Primeira Dinastia, com uma programação de 80 espetáculos diários e outras performances onde as personagens se vestem com trajes da época. Segundo o presidente da Câmara, os três espetáculos imperdíveis desta edição são a “Dinastia de Borgonha” (18 horas), “Do Amor à Vingança” (21h30) e “Da Revolta ao Último Reduto (23h30).

Ao longo dos vários dias do evento, os visitantes também podem assistir a espetáculos que contam a história dos primeiros reis de Portugal de forma descontraída ou aprender a fazer os ofícios mais antigos da história no Terreiro dos Infantes. Outro dos locais imperdíveis é a Floresta Mágica, onde habitam elfos, fadas e gnomos. 

Pelas ruas da cidade, há saltimbancos, músicos, malabaristas e cuspidores de fogo. Dentro do castelo recriam-se cenários dos tempos medievais, enquanto cá fora se fazem verdadeiros festins. E não nos podemos esquecer dos cavaleiros, que vestem pesadas armaduras e empunham espadas em perigosos torneios montados a cavalo.

O principal objetivo da 25.ª edição da Viagem Medieval é “continuar a ser um evento de referência”, ao mesmo tempo que voltam a viver “experiências únicas e a celebrar as aulas vivas da história de Portugal na melhor viagem medieval de sempre.”

O acesso ao recinto tem um custo de 4€ (dia da semana), 5€ (fim de semana) ou 10€ (válido para todo o evento). O recinto está aberto de segunda a sexta-feira, das 14 horas à uma da manhã, e aos fins de semana, do meio-dia à uma da manhã. A programação pode ser consultada online. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT