na cidade

Reservas de água no Algarve só chegam até ao final do ano

A região está a passar por um período de seca que só não é mais grave devido à quebra de consumo resultante da pandemia.
Só há água até ao final do ano.

A região do Algarve está com falta de água e as reservas que existem só garantem que haja abastecimento até a final do ano. A situação podia ser mais crítica neste momento se não fosse a pandemia, já que causou uma quebra de consumo. Ainda assim, é preocupante e estão a ser pensadas medidas para que o fornecimento seja apenas para abastecimento público.

Segundo o “Jornal de Notícias”, a região só terá água até dezembro. Tem sido utilizada também a barragem do Funcho no fornecimento, o que, além da quebra de consumo causada pela pandemia, permitiu não baixar ainda mais o volume na barragem de Odelouca.

O mesmo jornal refere que assim que as albufeiras de Odeleite e Beliche cheguem a um determinado nível, a água poderá ser apenas usada para o abastecimento público. É uma medida que está a ser negociada. O alerta para esta falta de água foi dado por um grupo de trabalho que está a colaborar com a Comissão Permanente da Seca.

É no Sotavento que a situação é mais grave, com as albufeiras de Odeleite e Beliche com 32,1 e 39,1 por cento da capacidade.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT