Na cidade

Saiba quais são os municípios onde pode receber 4800€ para viver no interior

Já existem mais detalhes sobre o programa de incentivos a trabalhadores e estudantes para repovoar a região.
Figueiró dos Vinhos.

A notícia chegou esta segunda-feira, 3 de fevereiro: no âmbito do programa “Trabalhar no Interior”, o governo decidiu fornecer apoio financeiro direto a trabalhadores que se mudem para o interior ou a estudantes que queiram começar a sua vida profissional nesta região.

A iniciativa pretende criar uma linha, a ser lançada até março — a portaria ainda estará a ser elaborada —, de apoios do Instituto de Emprego e Formação Profissional. O valor base, para quem for trabalhar para o interior e se candidate, situa-se nos 2600€; mas a ajuda pode chegar ao teto de 4827€, em função das despesas de instalação e transporte, bem como da majoração por cada membro do agregado.

Para ter direito a este valor, terá no entanto de celebrar um contrato de trabalho no interior, explica o governo, adiantando que ele será dado numa fase inicial, para o arranque de vida e instalação. 

O programa incluirá ainda incentivos às empresas para a contratação, a abertura de 13 centros Qualifica no interior e majorações nos estágios profissionais a ocorreram nesta reunião, entre outras medidas.

Numa altura em que ainda se definem as linhas finais do projeto, já é possível saber quais os concelhos e freguesias abrangidos pelo apoio. Segundo o site “Notícias ao Minuto” esta terça-feira, 4 de fevereiro, citando fonte do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, os locais incluídos na iniciativa serão os que estão identificados como região do Interior pelo Programa Nacional para a Coesão Territorial.

O que quer dizer que pode consultar o respetivo mapa online ou ver a reprodução do site oficial em baixo, com os municípios a verde a as freguesias adicionais a amarelo.

O Mapa do Programa Nacional para a Coesão Territorial.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT