Na cidade

São João vai voltar em grande às ruas do Porto — e já foi divulgado o programa

Os eventos, espalhados por toda a cidade, incluem música, fogo de artifício e as tradicionais rusgas.
Fotografia de Miguel Nogueira para Porto.

Depois de dois anos de pausa devido às restrições da pandemia, o São João volta a festejar-se no Porto como manda a tradição e não é apenas a 23 e 24 de junho. O programa completo foi apresentado esta terça-feira, 7 de junho, pelo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira.

Os grandes eventos deste ano vão distribuir-se essencialmente em três pontos da cidade, onde haverá arraiais. A ideia é, além de devolver aos portuenses a maior festa da cidade, retirar o movimento maior da zona da Avenida dos Aliados — que está em obras —, onde era habitual realizar-se um grande concerto.

“Queríamos muito preparar um regresso que trouxesse a todos os portuenses uma sensação de normalidade que já parecia perdida”, disse Rui Moreira, citado pelo site da autarquia.

Assim, o dia 23 de junho, quinta-feira, começará com um baile na Praça do Rossio, nos Jardins do Palácio de Cristal, pelas 20 horas. Duas horas mais tarde, a animação vai continuar no Largo Amor de Perdição, na zona da Cordoaria, com Toy e José Malhoa. Quem preferir outro tipo de oferta, pode contar com um concerto de Chico da Tina, às 23h30, na Praça da Casa da Música.

Claro que, como manda a tradição, o ponto alto da noite será o fogo de artifício, à meia-noite de 24 de junho, sexta-feira. Uma vez que o tabuleiro inferior da Ponte D. Luís I está em obras, o fogo não será lançado a partir do tabuleiro superior. Em alternativa, serão instaladas estruturas próprias no Rio Douro para esse efeito, em parceria com autarquia vizinha de Vila Nova de Gaia.

Não pense que os festejos de São João ficam por aqui. Mesmo antes do feriado, a partir de 17 de junho, as várias freguesias do concelho vão receber concertos de artistas como Quim Barreiros, Zé Amaro, Bandalusa ou Diapasão.

No dia 18, sábado, a cidade receberá a Arruada de Ranchos do Porto, com início marcado para as 15 horas e que terminará na Praça do General Humberto Delgado. A 24 de junho, sexta-feira, será a vez de a concha acústica dos Jardins do Palácio de Cristal receber a atuação da Banda Sinfónica Portuguesa, pelas 18 horas.

Antes de terminarem as festividades, as rusgas saem à rua a 2 de julho, sábado, partindo às 17 horas desde a Praça da Batalha, para terminar na Praça do General Humberto Delgado, onde será anunciada a vencedora.

Convém não esquecer que os divertimentos já estão instalados na Rotunda da Boavista e que haverá mais em diferentes pontos da cidade como o Jardim do Cálem, a Avenida D. Carlos I ou a Alameda das Fontainhas.

A autarquia deixa ainda o apelo para que “os festejos da mais longa noite do ano sejam vividos com responsabilidade individual devido à pandemia que ainda não terminou e garante que acarretará todas as decisões entretanto tomadas pela Direção-Geral da Saúde”.

As festas de São João este ano representarão um investimento de cerca de 630 mil euros por parte da autarquia, sempre em articulação com a PSP e a Proteção Civil. Para que os festejos sejam possíveis, será necessário alterar o trânsito ao longo dos próximos dias. Todas as informações sobre estas mudanças bem como o programa completo dos eventos estão disponíveis no site da autarquia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT