Na cidade

A Serra da Estrela não é só neve: estes motivos também valem — e muito — uma visita

Na região dos nevões existem aldeias, festas, eventos de Natal, comida, tradições e muito mais. A NiT preparou um guia.
Já é hábito.

É um clássico para muitas famílias, casais e grupos de amigos: se ao marcar as férias de verão, a escolha recai quase sempre em locais mais próximos de praia (seja de mar ou fluvial), ao pensar em escapadinhas de inverno é natural que a inclinação seja para sítios com neve — e em Portugal, felizmente, temos isto tudo.

Na Serra da Estrela, é quase certo que no inverno encontre neve, pelo menos a suficiente para encantar os miúdos. E também não lhe faltam opções de alojamento que cumpram outro dos requisitos destas escapadinhas de inverno: o regresso a um quarto confortável, quem sabe com lareira, e a uma chávena de chá ou chocolate quente.

Mas há muito mais para descobrir na região da Serra e das Beiras no inverno — sobretudo na altura do Natal. Existem vários motivos para que um fim de semana se possa tornar numa semana de férias ou até mais, levando-o numa viagem por verdadeiros mundos mágicos, que naquela região estão todos mais ou menos próximos.

Na zona da Serra, as festividades alusivas ao Natal não esquecem as tradições e a identidade dos 15 territórios que compõem a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. Segundo esta organização territorial, mesmo com a atual situação pandémica em 2021 há muito para ver, fazer e descobrir: até porque existe um esforço de levar luz, animação e “conforto emocional” às populações locais e a aos turistas que se desloquem à zona nesta altura do ano.

Lembrar aos portugueses o muito que pode fazer é o objetivo de uma nova campanha de vários municípios locais. A comunidade que junta vários municípios desta zona tem vindo, por isso, a desenvolver uma série de iniciativas com o objetivo de afirmar as Beiras e a Serra como um destino seguro e de excelência.

Neste âmbito, e tal como a NiT já lhe tinha reveladoo grupo lançou este ano uma nova aplicação para ajudar precisamente os turistas — nacionais e estrangeiros — a guiarem-se pelos pontos altos da região.

A aplicação Visite Beiras e Serra da Estrela tem como objetivo dar a conhecer as dezenas de praias fluviais espalhadas pelos 15 municípios, bem como todos os restantes pontos de interesse. Aí encontra uma listagem de todos os sítios onde pode ficar a dormir, tudo o que há para visitar e, claro, locais onde pode comer.

No fundo, é uma espécie de guia turístico digital para todos os que escolherem visitar a região. Para lá do património cultural e histórico, pode aventurar-se pelas aldeias histórias de Portugal — a região acolhe 9 das 12 espalhadas pelo País — e pelos mais de 300 quilómetros de percursos pedestres, entre muitas outras coisas. Toda a informação de rotas, roteiros, locais onde dormir, ficar, descobrir estão no site Visite Serra da Estrela ou na aplicação móvel: é gratuita e está disponível na PlayStore (Android) e AppStore (iOS).

Natal da Serra

E esta quadra, diz fonte da Comunidade à NiT, pretende-se acima de tudo que na Serra da Estrela seja vivida com “intensidade, segurança e magia” e que seja tão natural quanto possível.

“Não irão faltar a neve, o conforto da lareira, os produtos tradicionais, as tradições seculares, a identidade de cada território, os produtos únicos que não podem deixar de marcar presença numa casa portuguesa — como o Queijo Serra da Estrela DOP, os azeites de montanha, o burel, a doçaria tradicional, o mel, os frutos secos, o pão, os melhores vinhos do território”, adianta o grupo.

Neste outono e inverno, a Serra recebe os primeiros nevões, veste-se de branco e o mote é aproveitar esta quadra natalícia para regressar e conhecer as gentes, a sua cultura, os seus spas, os hotéis e os espaços de turismo rural e ecológico. Bem como aproveitar a gastronomia, o ar fresco, a vegetação natural.

Cebeça, Aldeia Natal 2019 (foto Pedro Ribeiro).

Em termos mais práticos, há aldeias cheias de eventos com tradição para explorar. Pode começar por Seia e encontrar uma Aldeia de Cabeça cheia de brilho e cor. Nesta altura, as casas pitorescas de xisto vestem-se a rigor para o Natal e para receber todos os curiosos.

De seguida, pode partir à descoberta da Aldeia Viçosa e saborear uma tradição que vem do século XVII: o Magusto da Velha. Com os vinhos e as castanhas em destaque, claro.

Se continuar a sua viagem, agora pela Guarda, durante esta altura, nasce aqui uma cidade Natal iluminada  e com várias atividades para os mais novos. Por fim, não termine a sua visita sem conhecer o maior presépio natural do país no Sabugal, com inúmeras figuras e cenários pensados ao pormenor, exposições, iluminações e decorações naturais.

Se preferir planear uma rota mais minuciosa, ficam os programas de Natal para cada um dos 15 municípios da Serra e Beiras da Comunidade Intermunicipal:

ALMEIDA

Aqui vai encontrar um mercadinho de Natal, a exposição de presépios de rua no centro histórico, a exposição de presépios nos espaços do turismo municipal de Almeida e Vilar Formoso. Conte ainda com as atividades “Dinamizar para Aproximar” com sorteio de vouchers: “Compre no comércio tradicional”; “Valorize a gastronomia local – Rota do Bacalhau” e “Natal no alojamento local”. Pode consultar toda a informação online.

BELMONTE

No âmbito da época festiva, o município organiza a já emblemática Festa das Luzes, ou Hanukkah em hebraico, que acontece até 6 de dezembro.

Nesta festa marcada “pelo clima familiar e pela alegria, um candelabro de nove braços é o destaque, com o acender de uma vela por dia, recordando os oito dias em que a chama ardeu milagrosamente.” Acontecem ainda oficinas de materiais reciclados, estátuas de luz e vão ser apresentados um livro e um vinho kosher no Museu Judaico. Além dos tradicionais mercadinhos de Natal, concertos e animação de rua, o Natal em Belmonte culmina com a realização de vários concursos como o das montras e árvores de Natal, de madeiros e de presépios das escolas. Para saber mais consulte o site oficial do município aqui.

CELORICO DA BEIRA

O município assinala a época festiva com um sorteio natalício como forma de ajudar e revitalizar o pequeno comércio local e, até 23 de dezembro, os mais pequenos podem entrar na casa do Pai Natal e divertir-se com a oferta por ali existente.

COVILHÃ

Na Covilhã, a quadra será vivida com arte, até ao dia 9 de janeiro. Inclui um vasto programa de atividades e eventos nesta cidade que é atualmente Cidade Criativa da UNESCO, na área do Design.

Concertos, oficinas de Natal, animação de rua, teatros, exposições, espetáculos de marionetas e circo, desfiles, recitais, concertos com histórias para as famílias, bailado clássico e muito mais. Consulte aqui a agenda completa.

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

De 8 a 25 de dezembro, a localidade promete ser a “Terra Natal”, acolhendo no coração da vila diversas atividades e iniciativas natalícias. O programa é pensado para as famílias, em especial para os miúdos, havendo música, cinema, teatro e uma diversidade de animações de rua.

Não vão faltar a casa do velhinho de barbas brancas, o presépio, a casa dos ateliers natalícios, um baloiço, um Comboio e o mercadinho. Sem esquecer as iniciativas em prol dos mais desfavorecidos. O culminar destas atividades terá lugar no dia 24 de dezembro, dia em que será acesa a fogueira de Natal. 

FORNOS DE ALGODRES

Vai celebrar o Natal sob o lema “Fornos de Algodres Natal, Um presépio Natural”, contando com um programa oficial composto por espetáculos de vídeo mapping para os mais novos com entrega de presentes que inclui um “Sorteio de Natal”, para promoção e divulgação do comércio local.

Não vão faltar em cada casa, as tradições natalícias do concelho como as filhoses, as fritas (fatias douradas), o bacalhau e o polvo cozidos na véspera de Natal, o cabrito no forno no almoço do próprio dia. Em algumas aldeias ainda resiste o Cepo de Natal ou a tradicional Missa do Galo. Consulte mais informações sobre a época neste município.

FUNDÃO

Aqui vive-se o Natal com uma série de eventos alusivos à época, entre os quais o concurso de presépios que, uma vez mais, mantém viva uma tradição cultural secular e dinamiza a construção dos mesmos no concelho.

Nesta altura do ano conta ainda com um eco mercado de Natal, concertos, espetáculos, saraus, concursos e muito mais. A gastronomia tradicional não fica esquecida e até 19 de dezembro decorre o Festival da Tibórnia e, até 17 deste mês, acontece o Concurso do Melhor Bolo-Rei do Fundão. Mais informações online.

GOUVEIA

Além da tradicional animação natalícia, o município de Gouveia, em parceria com a Agência para o Desenvolvimento dos Negócios de Gouveia (ADN Gouveia) criou uma campanha para promover as compras no comércio local e reforçar o apoio aos seus comerciantes. Mais informações online.

GUARDA

Até 25 de dezembro, aqui será “Onde o Natal brilha mais alto” na Praça Luís de Camões, bem no coração da cidade mais alta, até porque estão agendadas atividades diversas para animar os dias e as noites mais frias.

Conte com uma parada de Natal, carrosséis, photopoints para mais tarde recordar, concertos, o tradicional madeiro, árvores de vitrais, pinheiros enfeitados a rigor, artesanato, concurso de montras e o, já habitual, mercadinho de Natal. Pode consultar a programação online.

MANTEIGAS

Neste município, as tradições, eventos e produtos natalícios não vão faltar com as arruadas de boas festas, a Missa do Galo e a realização do madeireiro nas quatro freguesias do concelho (Sameiro, Santa Maria, São Pedro, Vale de Amoreira).

A “Natureza do Natal” em Manteigas completa-se com a aldeia do famoso velhinho das barbas brancas, a realização do mercadinho da época (17, 18, 19, 23, 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro) e, no dia 13 de dezembro ao final da tarde, a não perder o evento do acender das iluminações com concerto de Natal. Mais informações aqui.

MÊDA

Aqui recebe-se o espírito natalício com a animação habitual no Parque Municipal até 26 de dezembro onde não vão faltar o mercadinho, ateliers temáticos, a casa e o comboio do Pai Natal.

O concurso ‘Montras de Natal’ decorrerá de 7 de dezembro a 6 de janeiro, no âmbito da iniciativa “Natal Real é no Comércio Tradicional”, com o objetivo de dinamizar o comércio local, destacando a criatividade dos comerciantes subordinada à temática dos elementos naturais, alusivo à quadra natalícia.

PINHEL

De 15 de dezembro a 6 de janeiro, a magia desta altura vai animar a cidade, com atividades pensadas para todas as idades e, sobretudo, para as famílias.

À semelhança de anos anteriores, o “Pinhel de Natal” terá luz, através das iluminações que irão acender-se no dia 1 de dezembro, mas também o tradicional carrossel parisiense, a pista de gelo, uma zona gaming, ateliers, um globo de neve gigante e muita animação. E tudo no Parque Municipal da Trincheira transformado num bosque encantado com um circo de Natal dos duendes. Mais informações online.

O maior presépio natural, no Sabugal, inaugura a 7 de dezembro.

SABUGAL

O Centro Histórico do Sabugal volta a ser berço do ‘Sabugal Presépio – O Maior Presépio Natural’, que inaugura a 7 de dezembro.

Com uma ocupação de cerca de 1.100 metros quadrados e construído com recurso a materiais recolhidos na natureza, tais como troncos de castanheiros, heras e musgos, esta recriação contempla diversas cenas bíblicas relacionadas com a natividade.

Os mais pequenos podem contar com oficinas de origami, pinturas faciais, cinema de sombras e muitas outras surpresas. Para dar as boas-vindas a 2022, as cinco vilas medievais (Alfaiates, Sabugal, Sortelha, Vila do Touro e Vilar Maior) vão iluminar-se com espetáculos pirotécnicos. 

SEIA

O programa de Natal em Seia decorre até 6 de janeiro com o centro da cidade animado pela iluminação pelas principais artérias. O município pretende criar maior atratividade e dinamismo nas zonas comerciais, um incentivo para visitar e comprar no concelho.

A pista de gelo já está montada e, na envolvente do Mercado Municipal, o carrossel parisiense vai ser uma das grandes surpresas para os mais pequenos. No mercado de Natal terá diversas atividades agendadas e oficinas para todos participarem. O desfile do Pai Natal não ficou esquecido e vai chegar às aldeias e ao centro da cidade. Após uma paragem forçada, os habitantes de Cabeça voltam a enfeitar a sua aldeia naquele que é o mais ecológico e tradicional Natal do país. Consulte o programa oficial online.

TRANCOSO

Além do concurso de montras alusivas ao Natal, o município de Trancoso vive a Magia de Natal, entre 10 de dezembro a 01 de janeiro, na Praça D. Dinis. Consulte toda a informação online.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT