Na cidade

Turismo do Algarve quer implementar taxa turística em todos os municípios

Seria uma forma de ter um financiamento adicional para a promoção turística, sem depender apenas do Estado.
A taxa será entre 1€ e 2€.

O Algarve é uma das regiões do País que mais recebe turistas durante os meses de verão. Em breve, as férias no sul de Portugal vão tornar-se mais caras: todos os municípios vão começar a cobrar taxa turística. Pelo menos, é esse o objetivo da Região do Turismo do Algarve (RTA).

Em entrevista ao “Eco”, o presidente da RTA, André Gomes, afirma que esta medida seria “um financiamento adicional para a promoção turística”, sem depender exclusivamente do Estado. A proposta prevê que as receitas sejam utilizadas para o “desenvolvimento de infraestruturas capazes de dar respostas quer às necessidades, quer às vivências tanto dos residentes como dos turistas”. 

Neste momento, apenas Vila Real de Santo António, Faro e Olhã cobram taxa turística, mas o objetivo é estender a medida até aos restantes municípios da região. “Qualquer destino por excelência tem implementado a taxa turística, portanto, não vejo o porquê do Algarve não ter. Entendo que deveria ser aplicada de uma forma homogénea em toda a região, em todos os concelhos, porque isso não deve ser um fator de diferenciação no momento de opção do turista onde vai ficar alojada”, justificou.

Quanto ao valor da mesma, adianta que deverá rondar entre 1€ a 2€, tal como a proposta que foi feita junto da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), no mandato anterior. Existiam, contudo, algumas limitações. “Por exemplo, um turista que fique mais de sete noites não pagaria taxa turística para além daquilo que serão as sete noites, um conjunto de isenções para miúdos”, disse.

Para André Gomes, que tomou posse como presidente da RTA a 1 de agosto, sucedendo a João Fernandes, “captar grandes eventos para o Algarve” está no topo das prioridades. Além de dinamizar a economia regional e nacional, “permitiria chegar a outros mercados e visitantes” e ter turistas durante todo o ano, combatendo a ideia de que o sul do País é apenas um destino de sol e praia. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT