Subscreva a nossa newsletter para receber as melhores sugestões de lifestyle todos os dias.

Na cidade

Gaia vai ter um Natal mágico com festa no quarteirão do World of Wine

Luzes de Natal, artesanato, música, teatro e, claro, vinho e chocolate quente. Tudo com medidas de distanciamento e prevenção.
A Árvore de Natal.

Em 2020, mesmo com pandemia, Gaia recebeu um novo e gigante espaço que, entretanto, já começou a dinamizar o concelho e a ser uma referência em Portugal e no estrangeiro.

O World of Wine (WOW) é um quarteirão cultural, gastronómico e museológico inovador que prometeu revolucionar a zona histórica de Vila Nova de Gaia — e nem o mundo em confinamento impediu os seis museus e nove restaurantes de nascerem nas margens do concelho onde moram as caves do vinho do Porto.

São 55 mil metros quadrados, seis museus, nove restaurantes e todo um mundo dedicado ao vinho para conhecer no distrito do Porto, no espaço de antigos armazéns, nas margens de Gaia, junto ao Douro. O megaprojeto é do grupo Fladgate Partnership, dono do hotel Yeatman, que fica a poucos metros de distância.

Por aqui encontra ainda cafés, lojas, uma Escola de Vinho, um espaço de exposições e vários espaços de eventos, pretendendo celebrar a cultura, a gastronomia, a história e as indústrias da região Norte e de Portugal. 

Com o Natal à porta, o primeiro de vida desta quarteirão inovador, o World of Wine traz surpresas e, do início de dezembro até aos Reis, vai ter uma programação especial. Além dos museus e das lojas temáticas, o WOW propõe artesanato, música, teatro e, claro, vinho e chocolate quente.

A partir do dia 2 de dezembro e até 6 de janeiro, os 55 mil metros quadrados do WOW estarão iluminados e decorados a rigor. Uma grande árvore de Natal, com 13 metros, está localizada na praça ao livre. Também o videomapping será especial de Natal e vai acontecer às 18h15 e às 21h15.

A partir do dia 11 de dezembro, a programação intensifica-se e passa a haver animação diária, com apontamentos musicais e teatrais, com concertos no bar Angel’s Share e com a presença de mercadinhos de artesãos e produtores locais. É uma ótima oportunidade para encontrar livros, artesanato tradicional, presépios, bonecas de pano e brinquedos em madeira, compotas, biscoitos, chás e infusões. Esta oferta junta-se às lojas temáticas dos museus do WOW e às marcas com loja no espaço. São elas: Claus Porto, Companhia das Conservas, Loja das Tábuas e Oro.

O WOW pretende assim posicionar-se como uma “alternativa para fazer as compras” de Natal. “Após o trabalho, a ideia é que as pessoas possam relaxar um pouco e aproveitar para escolher os presentes mais criativos. Toda a programação está devidamente espalhada pelos diversos e amplos espaços de forma a que os visitantes passeiem, comprem e se divirtam, em segurança”, explica Adrian Bridge, CEO do WOW.

O primeiro espetáculo musical de Natal acontece na sexta-feira, dia 11, a seguir ao primeiro videomapping. Junto à árvore de Natal, um grupo de gospel vai preencher a praça de música e emoção. Para aquecer o ambiente e o corpo, haverá ainda vinho e chocolate quente.

Nos fins de semana de 12 e 13 e de 19 e 20 de dezembro, o WOW apresenta “Os vinhos para o Natal”. Os visitantes vão poder provar e comprar os melhores vinhos para as festas. No total, vão estar presentes 16 produtores espalhados pelos vários espaços do WOW.

Já a inauguração do Museu da Moda e dos Têxteis, em virtude das restrições impostas pelo governo, passará para o dia 11 de dezembro, constituindo mais um motivo de visita.

Recorde-se que, este ano, a Câmara de Vila Nova de Gaia decidiu substituir as festas natalícias pela entrega de vouchers que devem ser gastos no comércio local; e utilizar o que sobrar da verba alocada ao Natal para apoiar as instituições de solidariedade social.

“Não vamos ter praça de Natal, nem roda gigante, nem pista de gelo, mas precisamos de um sinal de esperança. Teremos um `camião parada` a percorrer todas as escolas do concelho com o Pai Natal para dar prendas às crianças. Já cada funcionário do Município em vez de receber o tradicional cabaz de Natal terá um `voucher` de 30 euros para utilização no comércio tradicional de Gaia”, revelou recentemente o presidente da autarquia.

As luzes serão ligadas no início de dezembro em dia e hora que não será revelada para evitar ajuntamentos.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT