Na cidade

Vai passar um meteoro perto da Terra, mas mais pequeno que o de “Não Olhem Para Cima”

O 7482 (1994 PC1) tem um quilómetro de largura e será visível com telescópios comuns a 18 de janeiro. Não representa uma ameaça.
Não fique assustado.

Os utilizadores da Netflix, e não só, ficaram rendidos ao mais recente filme da plataforma: “Não Olhem Para Cima”. Parece que a produção protagonizada por Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence — e com Meryl Streep num papel de destaque — também inspirou o universo.

Na próxima terça-feira, 18 de janeiro, vai passar um asteróide perto da Terra que poderá ser observado como um pequeno ponto de luz, recorrendo a telescópios de seis polegadas ou mais, afirma Eddie Irizarry, da Sociedade de Astronomia do Caribe.

Mas não se preocupe nem comece já a tratar de reduzir a lista de coisas que ainda gostaria de fazer: o meteoro apenas tem um quilómetro de largura (e não dez), e embora passe perto do nosso planeta, não será o suficiente para implicar o fim da civilização. Na verdade, o 7482 (1994 PC1) estará a 1,9 milhões de quilómetros — o que equivale a cinco viagens da Terra à Lua.

O cometa viaja a uma velocidade de 76 mil quilómetros por hora e durante os próximos 200 anos não voltará a passar tão perto do nosso planeta. Foi descoberto por cientistas na década de 1970, e embora não seja uma ameaça atualmente, os corpos celestes com aquelas dimensões acabam por colidir com o planeta a cada 600 mil anos, sendo assim considerados como perigosos para a humanidade.

Voltando ao filme: sabia que Portugal, a SIC, a Sagres e o Continente aparecem em “Não Olhem Para Cima”? O detalhe pode ter passado despercebido à maioria dos espectadoree, mas NiT já lhe contou todos os detalhes sobre este facto curioso.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT