Na cidade

Vem aí uma visita guiada (e gratuita) ao Cemitério dos Prazeres

É o maior mausóleu privado da Europa, com mais de sete mil jazigos — alguns de figurantes relevantes da nossa história.
É gratuita.

Em Portugal, o turismo cemiterial, também conhecido como turismo negro, está a tornar-se uma tendência e atrai cada vez mais pessoas. Leva-nos a lugares historicamente associados à morte e à tragédia, mas com um enorme património artístico e arquitetónico para explorar. Para uns, estes jardins de sepulturas são apenas lugares mórbidos, enquanto para outros são verdadeiros museus a céu aberto. É o caso do Cemitério dos Prazeres, em Lisboa.

Construído em 1833, ocupa uma zona com mais de 12 hectares e, na lista de personalidades enterradas no local contam-se, entre outros nomes famosos, o ator Vasco Santana, Ofélia Queiroz (a única namorada conhecida de Fernando Pessoa), o poeta e pintor Mário Cesariny, o ator Raul Solnado e o político Mário Soares.

O espaço, que impressiona sobretudo pela dimensão, acolhe mais de sete mil jazigos, incluindo o do bem famoso Duque de Palmela — que é considerado o maior mausoléu privado da Europa. É tudo isto (e muito mais) que vai poder descobrir no próximo dia 24 de fevereiro, graças à visita guiada que a Direção Municipal do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia, da Câmara Municipal de Lisboa, está a organizar.

Ao longo do percurso, vai poder conhecer locais diferenciados do cemitério, como os Talhões de Artistas ou o jazigo de homenagem aos artistas dramáticos — o último palco de grandes nomes do nosso imaginário.

O ponto de encontro para o início do passeio é no portão principal do cemitério dos Prazeres, às 15 horas.. Um guia vai acompanhar o grupo por um percurso cheio de simbologia, obras magníficas e túmulos de personalidades famosas. A participação é gratuita, mas as inscrições devem ser feitas para o e-mail cemitérios.visitas@nullcm-lisboa.pt

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT