na cidade

Este ano, em vez de comprar uma árvore de Natal, alugue uma verdadeira — e ajuda os bombeiros

Está de volta o Pinheiro Bombeiro, a iniciativa em que consegue ter um pinheiro verdadeiro em casa, ajudar o ambiente e ainda apoiar os bombeiros nacionais.

Assim tem outra magia.

“Pinheirinho, Pinheirinho, de ramos verdinhos…”. Sobretudo para quem tem miúdos, esta música persegue-nos no Natal, mas afinal, chegando a casa, normalmente espera-nos um pinheirinho mas de plástico, com ramos verdes escuros, brancos ou até vermelhos. Nada contra, mas e se pudesse voltar a ter o cheiro dos pinheiros verdadeiros em sua casa? E se o fizesse por uma verdadeira pechincha, de forma amiga do ambiente e ainda ajudasse os bombeiros portugueses?

A iniciativa chama-se Pinheiro Bombeiro e está de volta pelo segundo ano, pela Rnters, uma startup que permite alugar todo o tipo de artigos. A ideia surgiu o ano passado quando, após a devastação pelas chamas do Pinhal de Leiria, os fundadores da empresa decidiram agir, e lembraram-se de criar um uso, uma utilidade, para os pinheiros que precisam de ser cortados para manter os terrenos limpos e prevenir incêndios: leva-los a casa das pessoas, no Natal.

No fundo, todos ganham: primeiro, as florestas e o ambiente, já que há um corte controlado e necessário, e os disponíveis para aluguer foram cortados na limpeza de matas, pelo que ao ter um em casa está a evitar a disseminação de incêndios, a prevenir o combate ao fogo e a dar-lhe uma nova vida.

Ganham também as pessoas, que voltam a ter os pinheiros “à antiga” no seu Natal, sem prejudicarem a natureza ao cortarem indevidamente árvores; e os bombeiros, que recebem uma percentagem por cada aluguer, que depois usam na compra de material profissional.

Para alugar o seu pinheiro, é muito simples: só tem de ir ao site da iniciativa, até dia 16 de dezembro. 

Cada pinheiro tem 1,80 metros de altura e um metro de largura e o aluguer custa 17,5€ ou 25€, dependendo do que pretende doar: no fundo, recebe o mesmo pinheiro, mas no segundo caso, doa mais dinheiro aos bombeiros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT