Na cidade

Viagens de táxi entre concelhos vizinhos podem ficar mais baratas

A alteração à lei também irá permitir aos taxistas recolherem passageiros em municípios anexos àquele onde têm licenciamento.
Boas notícias.

O preço dos combustíveis e os valores das tarifas dos táxis aumentaram nos últimos dias, mas ainda há uma luz ao fundo do túnel, principalmente para quem costuma andar de táxi entre concelhos vizinhos. As viagens entre concelhos vão ficar mais baratas e os taxistas podem vir a recolher os passageiros noutros municípios.

Atualmente, um taxista só pode operar dentro do concelho onde está licenciado. Isto significa que pode transportar um passageiro até outro ponto do país, mas não pode recolher clientes fora dos limites do concelho. Já para não falar que, cada vez que passa a “fronteira”, a tarifa aumenta. 

As boas notícias são que o governo está a preparar-se para alterar a lei que regula o setor dos transportes e criar tarifas contingentes intermunicipais, permitindo aos taxistas operarem noutros municípios, refere o “Jornal de Notícias”. O pedido de autorização legislativa entrará no Parlamento em breve e o objetivo é baixar os preços e aumentar a oferta disponível.

Com este novo modelo, os taxistas podem circular entre municípios vizinhos sem que as tarifas aumentem e podem recolher clientes fora da área onde estão licenciados. Caso o Parlamento aprove o pedido, a tarifa progressiva será aplicada tendo em conta apenas a distância percorrida. Se a medida entrar em vigor, além de baixar os preços das viagens entre concelhos, a oferta de táxis irá aumentar. Podem agregar-se, no máximo, quatro concelhos vizinhos. 

De relembrar ainda que, apesar desta alteração de lei, os valores das tarifas dos táxis aumentaram no dia 1 de junho, quarta-feira, em médio mais de 8 por cento. Em declarações à Lusa, Carlos Ramos, presidente da FPT, sublinha que a subida continua a não ser suficiente para fazer face às dificuldades que o setor enfrenta. No entanto, é uma forma de mitigar os prejuízos sentidos ao longo dos anos, com a proliferação de empresas como a Bolt e a Uber e o acréscimo dos preços dos combustíveis.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT