Na cidade

Vila de Rei tem uma nova rota pelos deslumbrantes miradouros da região

São nove os pontos de observação integrados na iniciativa que lhe oferece algumas das melhores paisagens do País.
As paisagens são únicas. Fotografia do Instagram de @__uma_viajante__

Deambular pelos caminhos e trilhos verdejantes de uma região onde nunca estivemos antes é a melhor maneira de a conhecermos. Longe da agitação da paisagem urbana também conseguimos estar em maior contacto com a natureza, uma proximidade que poderá ser quase terapêutica. Os miradouros têm vindo a ganhar popularidade nos últimos anos porque se situam em locais estratégicos e privilegiados que proporcionam vistas únicas para paisagens idílicas. O município de Vila de Rei, no centro do País, lançou a 30 de julho um novo roteiro que passa por todas as estruturas deste tipo disponíveis na região.

“Nós não temos muito património edificado, aqui encontramos mais natureza, e queremos dá-la a conhecer a todos os visitantes” conta-nos Cristiana Romano, técnica superior no departamento de turismo e cultura na Câmara Municipal de Vila do Rei.

Sete dos nove miradouros foram edificados já há alguns anos, com exceção dos dois que foram construídos entre 2021 e 2022. São eles o da Seada, que oferece vistas de 360 graus sobre a albufeira de Castelo de Bode, e o de Fernandaires, onde é possível observar a praia fluvial homónima. “Já tínhamos os terrenos onde instalamos estas novidades, mas não estavam a ser aproveitados da melhor maneira”, confessa.

“Achámos ideal criar esta rota porque há muito para ver. E durante a pandemia começou a haver muita procura. As pessoas não saíam do País e então começaram a descobrir Portugal”, explica. A quantidade de miradouros existentes na região equivalem ao número de letras no nome do município, algo que Cristiana afirma ser “uma coincidência engraçada”.

A rota foi lançada recentemente, mas está receber um feedback muito positivo, algo que já verificavam mesmo antes da inauguração. “Em 2020, os visitantes já procuravam o património natural. Sempre se mostraram interessados e curiosos. Agora têm-nos dito que foi uma boa iniciativa.” Quando as rotas forem conhecidas por todos os portugueses, pretendem divulgá-las em feiras internacionais.

“Queremos que todos descubram o centro de Portugal no estado puro em que se encontra. Muitas vezes sentimos curiosidade em descobrir outros países e deixamos de lado o nosso, mas aqui em Vila de Rei queremos reforçar que merecemos uma visita. Por aqui há muito para ver”, realça a técnica.

Os visitantes são maioritariamente portugueses, devido à localização do município por onde passa a EN2. “Mas também recebemos turistas”, frisa. “A maior parte são espanhóis, mas há alguns alemães e ingleses por causa do parque de caravanismo que aqui temos. São o tipo de turistas que fazem autocaravanismo.” Independentemente da nacionalidade, “todos serão sempre bem-vindos”.

Os miradouros de Fernandaires, da Seada, do Centro Geodésico, de Castro de São Miguel, do Cruzeiro, do Castelo, da Serra da Pena, das Fragas do Rabadão e do Penedo Furado são os nove que integram a rota. Cada um deles inclui um código QR para que conheça a localização dos restantes pontos de observação. Carregue na galeria e espreite as paisagens que pode ver em cada um dos miradouros de Vila de Rei.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT