Turismos Rurais e Hotéis

A família que construiu uma “mini aldeia” com piscina no Alentejo

O novo turismo rural de Évora oferece o conforto de um hotel, com a privacidade de uma casa. Abre em julho.
Tem várias casas.

Quando Helena Herdadinha foi pedida em casamento, sabia desde o início que queria fazer a cerimónia na quinta que a família tinha adquirido durante a pandemia, em 2020. Ainda não estava totalmente preparada na altura, mas, para a jovem de 27 anos, não havia outra alternativa a não ser casar na propriedade com quatro hectares em Arraiolos, no distrito de Évora.

“Estávamos a meio da construção, por isso tínhamos que estabelecer um objetivo. Escolhemos uma data para concluir a obra e para o casamento”, conta Helena à NiT. No dia 29 de julho de 2023, a primeira etapa da construção da Herdadinha foi finalizada e a propriedade foi palco da tão aguardada cerimónia.

Agora, um ano após a festa, o alojamento rural prepara-se para começar a receber visitantes. “Comprámos a propriedade durante a altura do Covid e ainda estava em processo de construção, apenas com as estruturas básicas, telhados e tijolos. Naquela altura, não sabíamos o que ia acontecer devido à pandemia, mas surgiu esta oportunidade e decidimos avançar com a renovação. Depois se veria o resultado”, revela a jovem.

O processo não foi simples, uma vez que não encontravam empresas de construção disponíveis para iniciar as obras. Perante a dificuldade, decidiram que o mais adequado seria criar uma empresa para erguer o projeto. Contrataram os empreiteiros diretamente — e conseguiram concluir a Herdadinha, o “local ideal para descansar e aproveitar o melhor que o Alentejo tem para oferecer”.

Devido à dimensão do empreendimento, a ideia era transformá-lo num turismo agrícola que operasse como uma “aldeia em miniatura”. A família já possuía experiência na área, uma vez que é responsável por três unidades de hospedagem em Arraiolos, localidade onde residem.

Parece uma aldeia.

Além do edifício principal, que possui quatro suites, existem 10 casas que serão colocadas à disposição dos hóspedes — um T2, dois T1 e sete T0. No total, haverá 14 quartos, mas nesta fase inicial, apenas sete estarão disponíveis para alugar a partir de 1 de julho.

No maior alojamento, todos os quartos têm casa de banho privativa. O empreendimento também várias áreas comuns, como a sala do pequeno-almoço e outra de estar onde é possível ver televisão ou ler um livro. O destaque é o centro de massagens, que “junta o útil ao agradável”.

Os restantes apartamentos incluem kitchenettes totalmente equipadas e quartos com cama de casal. Quanto à decoração, tentaram que “fosse o mais simples possível”. “Queremos dar a impressão de estarmos no Alentejo, mas com o conforto moderno de um hotel de cinco estrelas. Privilegiamos a madeira e demos destaque à cor azul, uma característica de Arraiolos”, explica. “Os castanhos dos móveis contrastam com os apontamentos azuis tipicamente alentejanos”, descreve.

Outra característica importante é o pátio, que liga a sala de estar e a receção, e onde se pode ver uma oliveira no centro. “Realizamos o transplante das oliveiras que tínhamos na propriedade, que foi selecionada por ter um encanto distinto”, adianta a responsável.

Ainda no exterior, os hóspedes podem aproveitar a piscina, que terá relvado à volta, e uma fonte decorativa entre as casas. “Fomos buscar a ideia à fonte das pedras de Arraiolos porque queríamos homenagear, de alguma forma, os monumentos que nos inspiram para tentar manter o tradicional do Alentejo, como se fosse uma pequena aldeia”, revela.

Com quatro hectares e meio de terreno, as pessoas podem circular à vontade pelo espaço. No futuro, a intenção é mesmo criar uma zona de caminhadas e trilhos próprias. 

Apesar de o projeto estar apenas no início, planos não faltam. A família quer criar uma pequena horta, construir uma zona de lareira para o inverno e dar as boas-vindas a alguns animais, como galinhas e patos.

Assim como aconteceu no dia 29 de julho, a Herdadinha também pode acolher todo o tipo de eventos. Depois de partilharem fotografias do casamento, começaram a receber vários pedidos de orçamentos. “Nunca pensámos nisso, mas estamos a ter muita procura e não queremos recusar desafios, até porque a nossa festa correu muito bem”, adianta Helena.

Os clientes podem alugar o empreendimento na totalidade para eventos, tanto a zona exterior, para a cerimónia, como os quartos, onde alguns convidados podem pernoitar.

Quanto aos preços da estadia, os valores rondam os 80€ para duas pessoas durante a época baixa, e os 110€ em época alta, com pequeno-almoço. As reservas podem ser feitas online.

Carregue na galeria para ver mais imagens do novo turismo rural de Évora. 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    HERDADINHA – Turismo Rural


    7040-669  Arraiolos
ESTILO
turismo rural
PREÇO MÉDIO
Entre 100€ e 200€
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT