Turismos Rurais e Hotéis

A lagoa das Sete Cidades é o deslumbrante cenário do novo refúgio de sonho nos Açores

Chamam-lhe cabine do lago e é o alojamento perfeito para quem procura uma escapadinha a dois, imersos na paisagem luxuriante.
Fica imerso na natureza.

Ir ao Havai não é uma viagem acessível a todos, embora muitos desejem conhecermos aquela natureza virgem, as praias idílicas e paisagens dignas de um postal. Felizmente, não precisa de viajar milhares de quilómetros para ter uma experiência muito semelhante — basta ir aos Açores, arquipélago comumente chamado de Havai da Europa.

Por lá já existem vários alojamentos, mas poucos oferecem o que irá encontrar no novo Sete Cidades Lake Cabin, inaugurado a 15 de agosto de 2022. Os responsáveis pelo projeto, João (41 anos) e Maria Pimentel da Costa Furtado (39) são advogados, mas partilham o gosto pela indústria da hotelaria.

Naturais de Ponta Delgada, conhecem-se desde miúdos. “Somos de um meio pequeno”, conta João à NiT. Fizeram o percurso escolar em ensinos diferentes e cada um vivia a sua própria vida. Foi no final da adolescência que se começaram a aproximar. Ela estava no 12.º e ele no primeiro ano do curso de Direito em Lisboa. Falaram num evento que decorreu à noite e tornaram-se amigos. Maria foi viver para Lisboa, onde também tirou o curso de Direito, e a sua relação ficou mais cimentada. Em 2015 casaram-se.

Além de trabalharem no campo da advocacia, investem no mercado imobiliário. Já compraram e venderam propriedades, e são também donos de outros alojamentos açorianos. A ideia para este projeto mais recente surgiu em 2017, e demorou cerca de cinco anos até estar concluído, devido a toda a logística que existe por trás. A obra em si demorou apenas oito meses (tirando o tempo que passaram a decorar o alojamento).

O Lake Cabin parece ter sido diretamente de um conto de fadas. Como fundo tem a deslumbrante lagoa das Sete Cidades, uma das sete maravilhas naturais de Portugal. Durante a sua criação trouxeram muitas das coisas que aprenderam nas suas viagens. Enquanto casal já passaram por dezenas de destinos: Espanha, França, Itália, Países Baixos, Bélgica, Alemanha, Cabo Verde, Moçambique, México, Brasil Malásia e Japão são apenas alguns deles.

“As viagens são um pequeno vício. Quando não as podemos fazer tentamos estar próximos dessa realidade”, explica. O tempo que passaram lá fora reflete-se, principalmente, na arquitetura e no serviço prestado, especialmente no check-in automatizado. Durante a sua estadia vai poder aproveitar da vista desafogada para a lagoa, no “seu estado virgem, com muita natureza, verde e água”. Tudo isto se traduz numa experiência de relaxamento máximo.

Abrir um alojamento num local tão idílico quanto aquele traz algumas dificuldades. É necessário respeitar ao máximo o meio envolvente, e foi isso que fizeram. “Com a equipa projetista criámos o edifício que ficasse o mais bem enquadrado possível e que respeitasse as tradições de construção locais”, realça o proprietário. “Sete Cidades tem uma arquitetura muito própria. Nós juntámos isso à modernidade.” Ali, está muito presente a madeira.

É uma moradia completamente equipada, com uma ampla cozinha e dois quartos, ar condicionado e recuperador de calor na sala e máquinas de lavar a louça e a roupa. Espera que no próximo mês tenha várias serviços disponíveis. “Estou a trabalhar em cinco parcerias”, começa por contar. “Uma é com um chef privado que faz refeições na casa, e outra é de um serviço de ioga ao domicílio.” Pretende ter um serviço de transfer, porque ali não existe Uber, fotógrafos profissionais para eternizar os momentos dos hóspedes pela região e tours.

É o spot ideal para uma escapadinha de fim de semana, aliás, tem uma estadia mínima de duas noites. Atualmente, em época baixa, uma noite para duas pessoas custa 350€. A este valor acrescem-se 100€ por cada outro hóspede, até um limite de quatro. Por enquanto, a reserva pode ser feita no Airbnb.

Carregue na galeria e conheça melhor este refúgio nos Açores.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Cerrado da Ladeira, 10
    9555-194 São Miguel
ESTILO
turismo rural
PREÇO MÉDIO
Mais de 200€
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT