Turismos Rurais e Hotéis

A nova casa na Ria Formosa que pode alugar para umas férias de inverno

Uma casa de madeira luxuosa, com jacuzzi e uma das melhores localizações do País: é isto que encontra.
Um sonho.

Não é preciso procurar mais, nem há hesitações: ver estas imagens é começar imediatamente a sonhar. Foi aliás isso o que aconteceu na história por detrás deste projeto incrível: um alojamento na Ilha da Armona, em pleno coração do Parque Natural da Ria Formosa, que é o spot perfeito para uma escapadinha romântica. Uma nova casa de praia em madeira, climatizada e luxuosa, numa localização única.

O projeto Living Armona, do qual esta é a primeira casa, nasceu de forma muito simples, a anos luz do luxo que agora se vê. Tudo começou com a intenção de comprar uma casa de férias para usufruto próprio, depois de Sérgio Carolino ter ficado rendido à beleza natural da ilha da Armona, após umas férias onde ficou alojado em casa de uns amigos. Meses depois, tendo surgido a oportunidade de adquirir a sua primeira casa na ilha, foi “o início do sonho a tornar-se realidade”, explica à NiT.

View this post on Instagram

Front Facade

A post shared by Living Armona (@living_armona) on

Sérgio Carolino tem 39 anos, é engenheiro civil e tem uma empresa de construção de luxo, a Luxprojects S.A. Sendo um industrial da construção civil, não hesitou em meter as mãos às obras necessárias para que o seu refúgio desse cumprimento a todos os parâmetros de conforto, sustentabilidade e integração no ambiente. Tudo o que no seu trabalho sempre considerou prioritário e tudo o que sempre idealizou, combinados na sua casa de sonho.

Respeitando os “apertados condicionamentos de licenciamento”, decidiu demolir totalmente da casa pré-existente, e ergueu uma construção em madeira, Tudo isto num prazo recorde de dois meses.

A madeira foi escolhida para um melhor desempenho térmico e energético, a decoração é um luxo boémio e de praia: mesas de madeira teka, camas e candeeiros de rattan, plantas, guitarras e até pranchas de surf nas paredes.

Enquanto todo este processo corria e a casa se tornava cada vez mais um sonho, ao notar a “ausência de oferta de qualidade em termos de alojamento”, versus a “imensa procura neste nicho de mercado”, Sérgio propôs-se a adquirir em conjunto com amigos, outras casas, preferencialmente com vista para Ria. O objetivo era permitir que outros pudessem viver o ‘seu’ paraíso com todas as comodidades — e ainda dai tirar algum partido: “seria ouro sobre azul”, pensou.

View this post on Instagram

Living Room

A post shared by Living Armona (@living_armona) on

Assim surge o Projecto Living Armona, que numa primeira fase arrancou com uma casa de férias de luxo e tem já previstas mais três casas numa segunda fase, com data expectável para 2021.

Atualmente já pode dormir nesta primeira casa, em qualquer altura do ano. Trata-se de um T3 novíssimo: abriu oficialmente a 15 de setembro de 2020. O interior e o exterior são únicos, uma mistura de casa de madeira, com respeito pelo ambiente, ao luxo a que estamos habituados em resorts das Maldivas. A vista é da Ria, a areia da praia é o seu quintal e como se isto não bastasse há um jacuzzi onde observa a paisagem natural da Armona.

O custo médio do T3 é de 500€/noite, podendo alojar até seis adultos, em três quartos. Para as férias encontra, claro, todas as comodidades, bem como cozinha totalmente equipada, incluindo máquina de gelo e garrafeira climatizada.

No exterior, pode aproveitar uma churrasqueira, o duche em cascata, e o jacuzzi com vista. Se estiver uma noite fria, nada como uma fogueira no areal.

View this post on Instagram

Lifestyle

A post shared by Living Armona (@living_armona) on

A tudo isto acresce ainda a possibilidade de adquirir um pacote de serviços diversificados, como serviço de refeições (pequeno-almoço, almoço ou jantar), desportos náuticos como wakeboard e ski-náutico, passeios às ilhas barreira, observação de golfinhos ou pesca.

Nesta casa virada a sul onde a madeira é nórdica, o desempenho térmico é também digno dos piores invernos pelo que, não tema, qualquer altura do ano é boa para visitar, sem precisar de esperar pelo próximo verão.

Quando chega a Olhão já tem tudo tratado: o transporte até à ilha é assegurado por barco próprio, desde o cais de Olhão, tanto no check-in quer no check-out.

As reservas para estas férias numa ilha portuguesa poderão ser realizadas por email para livingarmona@nullgmail.com, pelo Instagram ou através da página do Facebook do Living Armona.

View this post on Instagram

Living Armona Life Style

A post shared by Living Armona (@living_armona) on

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Ilha da Armona
    8700-282 Olhão
ESTILO
alojamento local
PREÇO MÉDIO
mais de 250€
AMBIENTE
praia

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT