Turismos Rurais e Hotéis

Este Dia dos Namorados vai poder dormir na Casa de Julieta — sem pagar nada

É a proposta mais romântica de sempre: visita Verona, lê cartas de amor, janta à luz de velas e dorme num quarto de sonho.
A cama de Julieta.

Ninguém escrevia sobre amor como William Shakespeare, pelo que não há seguramente melhor maneira de celebrar o Dia dos Namorados do que num ambiente inspirado pelo dramaturgo britânico.

Numa proposta incrível e inédita, a Airbnb anunciou esta terça-feira, 21 de janeiro, que um sortudo e apaixonado casal pode ser o primeiro a passar a noite de 14 de fevereiro na histórica casa da Julieta de Shakespeare em Verona, Itália. E como é um concurso, os vencedores não pagam a estadia, o jantar romântico à luz de velas ou os passeios pela cidade. Nem sequer a viagem de avião. Mas já lá vamos.

A Casa di Giulietta, como é conhecida, inspira todos os anos milhares de visitantes com a sua icónica varanda, tal como foi descrita por Shakespeare na intemporal obra “Romeu e Julieta”.

A história é obviamente fictícia, pelo que a casa também o é; mas isso não impede que a morada seja intemporal. Isto porque, neste edifício do século XIII do centro de Verona, a Casa di Giulietta foi decorada como se os personagens e os cenários onde tudo aconteceu fossem reais.

Na verdade, o espaço partilha muitas semelhanças com o edifício descrito em “Romeu e Julieta”: desde a arquitetura, ao facto de o prédio ter uma ligação com as famílias Cappelleti e Montecchi — os nomes são semelhantes aos Montagues e Capulets, da história de Shakespeare.

Hoje em dia, a casa funciona como um museu inspirado na peça e tornou-se um símbolo internacional do amor, sendo um dos marcos mais célebres e visitados do centro de Verona. Fãs de todo o mundo passam por ali há décadas, mas desde 1930 que ninguém pode passar a noite.

Agora, um único vencedor ou vencedora, acompanhado do seu parceiro convidado, terá acesso sem precedentes a este edifício do século XIII, para voltar no tempo e reviver as palavras de Shakespeare. Em parceria com um arquiteto italiano, a Airbnb transformou o edifício centenário num sumptuoso e moderno alojamento.

Uma experiência inesquecível.

Se ficar na casa de Julieta lhe parece o melhor plano romântico de sempre, saiba que é fácil concorrer. Basta ter uma conta no Aribnb (não precisa de comprar nada) e depois puxar de toda a sua inspiração shakesperiana para escrever uma carta de amor.

Atenção que tem de ser em inglês e tem de contar a sua arrebatadora história de amor, defendendo por que é a escolha certa, com o seu parceiro, para este privilégio romântico.

“Todos os anos chegam à Casa di Giulietta milhares de cartas do mundo inteiro. A tradição de décadas deu à cidade italiana o apelido de “a cidade do amor” e manteve a ONG, Juliet’s Club, ocupada a escrever respostas individuais da sua equipa de voluntários conhecida como as secretárias de Julieta”, explica a Airbnb.

Dessa tradição, surgiu a ideia de ser este o mote do concurso e o fator decisivo na escolha.  As inscrições podem ser feitas em airbnb.com/juliet até as 4h30 (hora de Portugal) do dia 2 de fevereiro de 2020. 

Para participar, só tem de ter mais de 18 anos e apurar mesmo a escrita — as regras estão todas online, mas a NiT dá-lhe umas dicas; um júri vai avaliar os vencedores e terá em conta, em 25%, o fator romance (“Quão romântica é a história? Quão tocante é?”); em 25%, a originalidade (“Quanto nos surpreende? Quanto isso nos encanta?”); e em 50%, a relevância (“Quanto reflete o espírito da história?”).

Também nas regras, consegue ler que, se o vencedor não for italiano, estão incluídas as passagens de avião. E até terá um segurança, 24 horas por dia.

Assumindo que vence, saiba o que o espera: um mordomo pessoal dará as boas-vindas ao casal, que seguirá para saborear um jantar romântico à luz de velas, preparado pelo chef Giancarlo Perbellini, com duas estrelas Michelin — e servido na grande sala de jantar cheia de cristais, velas e flores.

Em Verona, cidade do amor, o casal pode fazer uma visita inspirada em “Romeu e Julieta”; conhecer obviamente a casa mais romântica da história da literatura; ler e responder a algumas das cartas de amor mais recentes enviadas para Julieta; e tudo isto antes de usufruir do tal jantar a dois à luz das velas, preparado por Giancarlo, na luxuosa sala de jantar.

Há mais: à noite, o casal recolhe ao quarto tradicional de Julieta, transformado para a ocasião num boudoir romântico e decorado num ambiente medieval. Aqui encontra mesmo o “Letto di Giulietta”, a cama original criada pelo mestre Renzo Mongiardino — e usada no clássico filme de Zeffirelli da década de 1960, “Romeu e Julieta”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT