Turismos Rurais e Hotéis

Disney mostra fotos do primeiro hotel “Star Wars” do mundo — e são incríveis

É toda uma experiência épica, desde a entrada, via Pod, até à sua cabine, com vista para o espaço sideral.
Surreal.

Dormir num quarto que mais parece saído diretamente de “Star Wars“ é, provavelmente, um dos maiores sonhos dos fãs da saga, o mais próximo que conseguirão estar do incrível imaginário criado por George Lucas. E é mesmo isso que vai acontecer, a partir do próximo ano.

Depois de um dia passado na nova e imersiva área do universo que abriu em dezembro de 2019 nos parques da Disney, vai, em breve, poder dormir num hotel com o mesmo tema.

A Disney anunciou no início de 2020 que as reservas para o Star Wars: Galactic Starcruiser, o hotel que permitirá escapadinhas de dois dias completamente inéditas e imersivas, seriam abertas provavelmente ainda este ano. Ainda não estão disponíveis, mas no site do hotel confirma-se que, mesmo com pandemia, a data de abertura continua prevista para 2021.

O hotel fica no Walt Disney World Resort da Florida, e tudo é pensado ao milímetro: há mesmo um check in que não parece de hotel e sim de terminal de nave de especial, há um pod de lançamento, há tudo a simular o estar no espaço e até as acomodações possuem beliches semelhantes ao que Chewy usou nos filmes. É como entrar num filme e já não sair.

No passado fim de semana, a Disney apresentou algumas novidades para os seus parques em 2021, incluindo o Avengers Campus na California e Disneyland Paris.

Mostrou também algumas das imagens dos quartos do novo hotel, aparentemente já finalizados. Na sua página, há também novidades, explica-se passo a passo o que cada visitante vai viver e como tudo será uma imersivo: um design futurista e ao mesmo tempo retro, uma vista do espaço sideral, tudo pensado ao pormenor.

Os alojamentos deverão funcionar em modo pacote experiência de dois dias e duas noites: o turista visita o parque da Disney de Orlando e depois fica no Galactic Starcruiser, vivendo a bordo de uma nave, estando constantemente neste mundo incrível, brincando com espadas de sabre, dormindo com vista para as estrelas, como se estivesse literalmente num filme — ou no espaço.

Outra imagem da sua “cabine”.

Foi no início de 2018 que a Disney transformou o sonho de milhões de pessoas em realidade, ao anunciar a abertura de dois parques temáticos de “Star Wars”, um na Disneyland Resort na Califórnia e o outro no Walt Disney World Resort, em Orlando.

Nos parques, pode fazer uma missão aos comandos da nave de Han Solo, Millennium Falcon, batalhas com os resistentes, lutar contra o Império do Mal para salvar a galáxia, explorar o planeta Batuu ou embarcar num Star Destroyer. Consegue construir os seus próprios dróides e sabres de luz, conhecer alienígenas e tirar fotografias com as personagens principais da saga, de Han Solo a BB-8, de Chewbacca a Kylo Ren. Para recuperar, há uma cantina onde os visitantes podem pedir Leite Azul, a bebida favorita de Luke Skywalker.

Esta é também a primeira cantina da Disney onde há bebidas com álcool e a comida é toda inspirada nos filmes: de snacks de pipocas a salsichas grelhadas com chucrute endoriana frita para almoço.

A estética é toda meio desértica, áspera e em tons terra, como nos filmes. A ideia é estar mesmo numa colónia do Planeta Batuu, onde pode conhecer o Black Spire Outpost — um dos maiores postos avançados de “Star Wars”. Na saga, o local era uma rota comercial.

Neste Black Spire os fãs passam o dia entre criaturas do planeta e a tirar fotos com as personagens mais populares de sempre, como Luke Skywalker, Princesa Leia, Han Solo e Darth Vader.

O pod por onde entra.

É ainda a primeira vez que o público pode usar uma aplicação para interagir com um parque da Disney. Aqui, o que cada pessoa fizer numa atração pode afetar o modo como é recebida na próxima. No total, são 28 hectares de divertimentos espalhados pelos dois estados, Orlando e Califórnia. Demoraram cinco anos e custaram quase mil milhões de euros a erguer: para nascerem verdadeiros parques dentro de parques, novos mundos dentro do gigante mundo que já era cada resort.

Os bilhetes para ver o mundo “Star Wars” estão incluídos na entrada principal, onde os acessos diários rondam os 90€. No entanto, há diversões pagas, como a construção de sabres e dróides, que custam cerca de 80€.

Para ir a Orlando em maio de 2021, quando o hotel já poderá estar aberto, os voos ida e volta de Lisboa rondam os 424€ por pessoa. Ainda não há preços para a experiência de duas noites com dormida no maravilhoso hotel.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT