Turismos Rurais e Hotéis

Esqueça os hotéis: estes são os melhores glampings que abriram nos últimos meses

Há domos geodésicos, bungalows no meio de vinhas e cúpulas suspensas no ar. Todos com o conforto de um hotel de cinco estrelas.
 
Esqueça os hotéis: estes são os melhores glampings que abriram nos últimos meses
Abriram glampings incríveis.

Com a chegada do outono e dos dias mais frios, os hotéis com piscinas infinitas deixaram de ser uma prioridade. Por outro lado, é uma boa altura para conhecer os glampings que abriram no País nos últimos meses.

Acampar já não é sinónimo de montar uma tenda na lama para depois dormir num saco-cama sem se conseguir mexer. Agora há tendas espaçosas, com camas iguais às dos hotéis de cinco estrelas. O conforto é o mesmo, mas com todas as vantagens de quem gosta de fazer campismo: a “porta” pode ficar aberta com vista para a natureza.

De norte a sul do País (sem esquecer os arquipélagos), o que não faltam são glampings onde pode dormir em bungalows, cúpulas ou mini cabanas. Alguns deles ficam no meio de vinhas, outros até têm piscinas de água salgada, jacuzzi e sauna.

Um dos mais recentes é o Sóis Montejunto Eco Lodge, que começou a receber hóspedes no início de setembro. Situado a cerca de 50 minutos de Lisboa, fica no sopé da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto e está rodeado por uma paisagem idílica com vinhas e moinhos de vento.

Nesta primeira fase, o glamping conta com oito domos geodésicos incríveis que estão interligados por passadiços de madeira. Os hóspedes também têm acesso à piscina, bar, loja de produtos locais, sauna e jacuzzi. Tudo o que precisa para uma escapadinha sossegada no meio da natureza.

Já a Fonte das Lágrimas, em Sintra, abriu em maio deste ano e é um glamping cheio de história: fica numa quinta que pertencia à família Lencastre e que era o destino da realeza e da moda naquela época. Foram construídos três bungalows de madeira na propriedade onde se escondem várias espécies de animais entre as azinheiras, sobreiras e eucaliptos, como cavalos, póneis e ovelhas.

Para uma estadia completamente diferente, pode sempre pernoitar no Cocoon, uma estrutura geodésica suspensa no ar que abriu recentemente na Quinta do Abacate, em Angra do Heroísmo, nos Açores. No exterior, encontrará uma piscina de 25 metros onde os hóspedes podem ter aulas de natação.

Carregue nas setas acima para conhecer os glampings de sonho que abriram nos últimos meses em Portugal — e onde poderá viver uma experiência diferente no meio da natureza.

 
Esqueça os hotéis: estes são os melhores glampings que abriram nos últimos meses

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT