Turismos Rurais e Hotéis

Há um novo micro-glamping no Ribatejo — nasceu de uma reinvenção da pandemia

A Casa HNobre em Vale de Figueira, Santarém, encerrou devido à Covid-19. A proprietária decidiu reformular o negócio.

Mais novo do que isto é difícil: este mini, ou micro-glamping para descobrir no Ribatejo abriu há dias e tem neste momento apenas uma crítica no Booking; um cliente no currículo. As boas notícias? É um mimo, isolado e recatado como se pede este ano e claramente começa a impressionar, com a primeira avaliação a ser literalmente um 10 em 10.

Tudo começou em março de 2020, num mundo subitamente fechado em casa por uma inesperada pandemia que afetou o planeta a nível global. O planeta e a pequena localidade de Vale Figueira, em Santarém.

Era aqui que Helena Nobre tinha o seu espaço: uma quinta disponibilizada a visitantes em modo alojamento local, chamada Casa HNobre. Devido à pandemia, a proprietária teve encerrar por “tempo indeterminado” — na prática, até hoje, e até sentir que uma reabertura compensa.

No entanto, a empresária não ficou parada e perseguiu uma ideia: “tendo em conta que a nossa classificação na plataforma Booking, onde é publicitado, é bastante boa (9,6) e houve um número elevado de reservas ao longo do tempo em que esteve aberto (com hóspedes portugueses e estrangeiros), a Booking sugeriu-me aderir ao conceito de Glamping para dar continuidade ao projeto. E foi o que fiz”, explica a dona do espaço à NiT.

O interior.

A denominação do alojamento é idêntica à anterior: agora conhece-a como Casa Hnobre — Glamping, e a única coisa que muda é o conceito. O alojamento, nestes moldes, já se encontra publicitado na Booking e abriu na passada quinta-feira, 3 de setembro, para reservas.

As mudanças vão agora começar a surtir efeito mas a aposta parece, para já, ter sido acerta: “devo dizer que estou expectante relativamente à aceitação do glamping, que espero seja boa, frisa a dona. Sobretudo “tendo em conta que o contacto direto com a natureza surge nestes tempos conturbados como uma mais-valia e uma oportunidade de viver novas experiências”, adianta-nos Helena Nobre.

Na prática, o que encontra em Vale Figueira é para já uma gigante tenda: nova, com 25 metros quadrados de área, cama de casal com a possibilidade de cama extra. Os preços variam entre os 103€ por noite para casal e 88€ para uma pessoa. Quando é permitido o cancelamento gratuito até às 23h59 da véspera da reserva, o valor aumenta para 126€ por noite/casal.

O exterior.

Os hóspedes têm acesso a wi-fi gratuito, casa de banho privativa com toalhas, secador e produtos de higiene. Tem ainda acesso a uma kitchnette exterior com louça e eletrodomésticos indispensáveis (frigorífico, microondas, placa de indução, cafeteira elétrica, máquina de café e louça). Ao chegar encontra também a oferta de água e garrafa de vinho e biscoitos.

Pode utilizar a máquina de lavar roupa e tábua e ferro de engomar. Além do alojamento, estão ainda disponíveis uma pérgola para relaxar e a importante piscina, com espreguiçadeiras e toalhas, além de estacionamento gratuito dentro da propriedade. A praia da Nazaré fica a cerca de 50 quilómetros.

Dois dias depois da abertura a 3 de setembro, no passado fim de semana de 5 e 6, o novo espaço recebeu o seu primeiro casal. A avaliação descreve “uma experiência nova e diferente, muito relaxante, ótima para fugir ao stress”. O acolhimento é outro ponto de destaque e é ainda referida a zona de refeições, tranquila e com uma “vista linda” — “excelente para relaxar a ver o pôr do sol”. 

De noite.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT