Turismos Rurais e Hotéis

Herdade do Montum: o turismo rural em Melides com mais de 40 hectares e jacuzzis privados

Não é a propriedade da série Pôr do Sol — é melhor. E está na família de Luís Sobral há mais de 200 anos.
Tem um jacuzzi só para si.

Quando pensamos em escapar e ir para um local sossegado — pode ser em férias ou até em teletrabalho — é quase impossível não nos lembrarmos da costa alentejana. Aqui encontra algumas das praias mais bonitas do mundo, campo, natureza, espaço para caminhadas, cheiro a giestas, peixe e marisco, a lista não termina. 

E se, dentro desta costa escolher a região de Melides, há um enorme turismo rural à espera de o receber. Não é a Herdade do Pôr do Sol, que esconde o colar de São Cajó da família Bourbon de Linhaça há mais de 3500 anos, mas está na família de Luís Sobral há mais de 200 anos — e é igualmente incrível. 

Localizada em Melides, em plena costa alentejana, encontra-se a Herdade do Montum, uma propriedade familiar que sempre se dedicou à exploração agrícola e florestal. Mais recentemente, em setembro de 2017, começarem a receber hóspedes. O responsável por transformar a herdade num turismo rural foi Luís Sobral, de 45 anos.

O atual proprietário, licenciado em engenharia mecânica, decidi  há cerca de dez anos, que estava na altura de “fazer algo diferente” com a herdade, que se estende ao longo de 42 hectares que acolhem sobreiros, pinheiros e oliveiras. A propriedade pertence à sua família já há várias gerações, mas os últimos familiares a residir na propriedade foram os avós e os tios, na década de 60.

“Começaram a sair da herdade, foram vivendo em aldeias e cidades mais próximas e ficou ali um bocado ao abandono, no sentido de não ter ninguém a viver lá. O monte principal foi ficando cada vez mais em ruínas”, conta à NiT.

A partir do momento em que o pai se tornou herdeiro da propriedade, Luís começou a pensar em dinamizar o espaço, “recuperar o que já tinha sido no passado” e, ao mesmo tempo, “tirar alguma rentabilidade”. Com a parte agrícola e florestal, o que se conseguia com as vendas de cortiças e pinhas acabavam por ser investidos na própria herdade, com as limpezas de terrenos, e não existia rendimento nenhum.

“Recordo-me que era um local onde eu gostava imenso de ir porque tem uma vista de mar fantástico, é muito verde e arborizado. Isso cativou-se e é um sítio que me transmite boas energias. Achei que merecia mais”, explica. Assim, propôs um plano de investimento ao pai e começou a dinamizar a herdade.

Primeiro começaram por desenvolver a parte agrícola e melhorar a parte florestal e, entretanto, surgiu a ideia de colocar a primeira casa de madeira para dar apoio ao turismo. “Foi sempre na vertente de ser algo isolado, para que os hóspedes pudessem encontrar um espaço diferente, sem vizinhos. Ali, a privacidade é total e fui desenvolvendo o projeto nessa vertente”, explica. 

A primeira experiência piloto foi feita em setembro, com a inauguração do primeiro alojamento. A partir daí, começaram a reconstruir algumas casas que estavam dentro da própria herdade, que eram antigos armazéns. Atualmente, a Herdade do Montum é composta por oito casas, que estão separadas por cerca de quatro hectares para garantir a privacidade dos hóspedes.

Existem várias tipologias disponíveis, que vão do T0 ao T4. Para combater a sazonalidade, equiparam as casas com jacuzzis privados, banheiras de hidromassagem e todas têm vista para o jardim e para a montanha. Uma delas, a Casa dos Sobreiros, têm ainda uma piscina exterior privada. 

Quanto às restantes, os hóspedes podem sempre utilizar a piscina comum do aldeamento, que era um antigo tanque de rega. Neste momento, estão a tentar recuperar uma antiga barragem, que também servia de apoio à rega das culturas, com o objetivo de a transformar num lago. 

“Estamos também a desenvolver uma zona para a prática de ioga numa das nossas colinas, que tem uma vista muito bonita. Temos bicicletas à disposição e os nossos animais, como as cabras e os burros, andam livremente pela herdade”, refere. E acrescenta: “Acima de tudo, quisemos respeitar as nossas tradições e garantir que os nossos hóspedes pudessem ter uma experiência rural e plena.

Em época baixa, os preços começam nos 100€, com pequeno-almoço incluído, e as reservas podem ser feitas online. Apesar de não terem uma área de restauração comum, todas as manhãs os pequenos-almoços são preparados com produtos nacionais e entregues diretamente no próprio alojamento.

De seguida, carregue na galeria para ficar a conhecer melhor a Herdade do Montum.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    EN 261 - Km 30, 7
    7570-756 Grândola
ESTILO
turismo rural
PREÇO MÉDIO
Entre 100€ e 200€
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT