Turismos Rurais e Hotéis

A histórica quinta da família Lencastre, em Sintra, agora tem bungalows de madeira

A Fonte das Lágrimas abriu em maio deste ano e é um oásis a menos de meia hora de Lisboa. Os preços começam nos 45€.
Há três bungalows de madeira.

Reza a lenda que, no ano de 1386, a duquesa Filipa de Lencastre foi pedida em casamento por D. João I numa quinta que pertencia à família Lencastre, em Rio de Mouro, que era destino de realeza e da moda naquela época. Num dos recantos que a quinta escondia, perto de uma fonte, a duquesa, que brevemente se tornaria rainha, não conseguia parar de chorar porque não queria abandonar a família nem mudar-se para o palácio. 

Ao ver a duquesa com as lágrimas nos olhos, o rei disse, com ar de simpatia: “Jamais secarás na vida, para recordares os momentos deste dia. Esta fonte irá conservar as suas lágrimas”. Até ao dia de hoje, a fonte nunca secou.

A narradora desta história é Clara Segard, de 22 anos, uma das responsáveis pela Fonte das Lágrimas, o novo alojamento com um enorme património histórico que fica a menos de meia hora de Lisboa.

“Este projeto surgiu da vontade do meu avô. Ele é um sonhador e através da sua mente criativa consegue criar estes projetos com foco na sustentabilidade”, começa por contar à NiT. Dominic Segard tem 84 anos, nasceu em França e é a prova viva de que nunca é tarde para corrermos atrás dos nossos sonhos. 

Estudou Marketing e Publicidade e, mesmo com a idade que tem, recusa-se a parar de sonhar. “Há uns tempos decidiu fazer uns bungalows, à semelhança de um projeto que fez no Brasil, mas mais virado para a sustentabilidade”, revela Clara.

A quinta onde se encontra a Fonte das Lágrimas é da família Segard há dezenas de anos, mas outrora tinha pertencido à família Lencastre. Com cerca de 15 hectares e quatro habitações, a quinta tem sido casa desta família.

Com vontade de dar a conhecer às pessoas o património histórico daquela zona e de oferecer um maior contacto com a natureza e os animais, o avô Dominic, com a ajuda da neta, decidiu seguir em frente com o sonho de construir três bungalows naquele espaço. A receber hóspedes desde maio deste ano, este “é um verdadeiro oásis a 20 minutos do centro de Sintra”.

“Desde miúda que, sempre que íamos de férias, era impensável ir para um sítio que não tivesse animais. As pessoas cada vez mais procuram espaços verdes e sustentáveis, com um maior contacto com a natureza”, explica. Entre as azinheiras, sobreiros e eucaliptos, escondem-se várias espécies de animais que andam livremente pela quinta. É bem provável que se cruze com alguns dos residentes, como cavalos, póneis, ovelhas e galinhas que costumam passear pelo terreno.

Os três bungalows são de madeira e o objetivo deste projeto familiar é “excluir ao máximo o que não sejam materiais sustentáveis e mostrar às pessoas que é possível fazer muita coisa com materiais reaproveitados”. Os candeeiros e a decoração com materiais sustentáveis são feitos por Clara e a namorada, Mariana Gonçalves, responsável pelo projeto Wood Before Travel.

Cada bungalow está equipado com uma cama de casal e uma de solteiro, uma kitchenette com todos os utensílios necessários e uma varanda onde os hóspedes podem tomar o pequeno-almoço ao ar livre, com uma vista privilegiada para a floresta da Quinta Fonte das Lágrimas.

Os hóspedes são livres de circular por toda a quinta, explorar os recantos da floresta e dar mergulhos na piscina. A Fonte das Lágrimas é pet friendly — por isso pode levar os seus amigos de quatro patas, que vão adorar todo o espaço verde que rodeia os bungalows. 

De junho a setembro, os bungalows custam 60€ (duas pessoas) e 70€ (três pessoas) por noite. Entre outubro e maio, o preço para pernoitar nestas casas de madeira é de 45€ (duas pessoas) e 55€ (três pessoas). De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor a Fonte das Lágrimas e os animais que lá vivem.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Maria Inácia Perdigão Silva 15
    2635-047 Sintra
ESTILO
glamping
PREÇO MÉDIO
Entre 50€ e 100€
AMBIENTE
serra

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT