Turismos Rurais e Hotéis

Hotéis já estão quase cheios para o verão. Há reservas entre os 50 e 90 por cento

Prepare já as férias, caso tenha preferência por um empreendimento específico. Setor espera uma melhoria relativamente a 2023.
Reservas variam entre regiões.

O verão deverá ser muito positivo para o setor hoteleiro nacional, segundo as previsões da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP). As reservas realizadas para o período compreendido entre junho e setembro atingem 50 a 89 por cento da ocupação, revela um inquérito da AHP citado pelo “Expresso”.

A maioria dos hoteleiros inquiridos (89 por cento) prevê uma taxa de ocupação igual ou superior à do ano passado. Os mais “otimistas” são os empreendimentos situados na região centro e na Península de Setúbal.

“Globalmente, a expetativa dos hoteleiros para o período do verão é muito positiva”, explicou Cristina Siza Vieira, vice-presidente da AHP. O “fenómeno das reservas last-minute” também foi destacado durante a apresentação dos resultados do estudo.

Em junho, 70 por cento dos hoteleiros antecipam reservas entre os 50 e os 89 por cento. Sendo que para 43 por cento as reservas já atingem mais de 70 por cento da ocupação. Na Madeira, quase 100 inquiridos revelam as estadias em mais de 70 por cento. Nos Açores, o nível também é satisfatório, situando-se nos 86 por cento. 

Para julho, 67 por cento dos hoteleiros diz que as reservas estão entre os 20 e 69 por cento da ocupação. O Alentejo tem o nível mais baixo com reservas e região açoriana a mais alta. Em agosto, a Madeira e o Algarve já têm taxas de ocupação superiores a 50 por cento.

“Os proveitos totais são previstos como melhores ou muito melhores para 69% dos inquiridos”, destacou a vice-presidente da AHP, lembrando que “ainda há muito trabalho a fazer ao nível de sazonalidade ou de descentralização”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT