Turismos Rurais e Hotéis

Monte do Carmo: nasceu um turismo rural perto de Lisboa (com bungalows e uma marina)

O agroturismo abriu em junho e tem uma piscina de água salgada com cinco bancos lá dentro.
Há 10 bungalows.

É entre o mar e a terra, num lugar inusitado situado em Encarnação (Mafra), a 10 quilómetros da Ericeira e a 50 minutos de distância de Lisboa, que se encontra o Monte do Carmo, um novo agroturismo com paisagens diferentes em cada ponto cardeal e com uma vista deslumbrante de 360 graus.

Como o nome indica, o turismo rural ergue-se num monte, enquadrado num ambiente de pastorícia e em comunicação com a natureza, e Carmo é uma homenagem à mulher de José Lourenço, o proprietário do alojamento, natural da Ericeira. Com 57 anos, foi professor de artes durante mais de três décadas, até começar a ficar saturado com o ensino. 

“Esta ideia surgiu há cerca de quatro anos e foi uma forma de tentar arranjar uma alternativa àquela que era a minha profissão atual”, conta à NiT José Lourenço. Foi então que começou a procurar um espaço para dar início a um projeto completamente diferente daquilo a que estava habituado.

“Arranjar o espaço foi um processo difícil e demorado porque precisava de ter algumas características específicas. Para desenvolver o turismo, o terreno tinha de ser agroflorestal e ter mais de 10 mil metros”, explica. Já com um currículo bastante extenso no que diz respeito a desenhar projetos, foi o próprio que idealizou o Monte do Carmo. 

Por ter nascido junto ao mar, sempre teve uma paixão inexplicável pela náutica. “Desde pequenino que sou apaixonado pelo mundo da náutica e quis ir para a vela por volta dos seis anos. Já fiz projetos para duas fábricas portuguesas e tenho centenas de barcos desenhados por mim em Espanha”, revela o proprietário. Tal como em todos os seus outros trabalhos, a influência náutica está presente neste novo agroturismo, que abriu portas a 10 de junho.

No Monte do Carmo, os hóspedes vão encontrar 10 bungalows de madeira, semelhantes aos modelos nórdicos, pensados para duas pessoas e enquadrados por um edifício principal de arquitetura singular com as tais influências náuticas. As pequenas casas estão equipadas com uma cama de casal, casa de banho com duche e uma kitchenette com placa, frigorifico e microondas.

Contudo, é no exterior que se encontra a maior surpresa deste turismo rural: uma pequena e peculiar marina no alto de um monte que abriga o veleiro que dá nome ao empreendimento. “O veleiro é de um arquiteto nórdico famoso, o Colin Archer, e já tem 52 anos. Foi restaurado por mim e é o modelo mais pequeno do arquiteto”, explica. 

Os hóspedes podem entrar dentro deste veleiro — apesar de não estar disponível para pernoitar — para terem “a sensação real de como é estar dentro de água”. 

Outro aspeto diferenciador do alojamento é a piscina de água salgada, que tem bancos literalmente dentro de água. “Há cinco bancos em betão onde as pessoas se podem sentar e beber um copo enquanto estão na piscina. A água dá pela cintura, mas também há outros dois bancos a seco”, diz. Junto à piscina há um bar de apoio e uma zona de relvado com espreguiçadeiras, tudo o que precisa para aproveitar o silêncio e a calma do Monte do Carmo.

Os bungalows podem acomodar até duas pessoas e, durante a época alta, os preços começam nos 80€ por noite. De seguida, carregue na galeria para conhecer este agroturismo com uma piscina de água salgada e uma marina com um veleiro original.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua da Atalaia, 24


    2640-202 Mafra
ESTILO
turismo rural
PREÇO MÉDIO
Entre 50€ e 100€
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT