Turismos Rurais e Hotéis

Natal na Ilha de Tavira — porque não? A casa com areia à porta está disponível

A "casinha da ilha" que é uma das poucas que por ali se alugam pontualmente, pode ser sua na semana de 20 a 27 de dezembro.
Aqui está.

Tal como a NiT lhe contou este verão, a grande maioria das pessoas que conhece ou quer conhecer a Ilha de Tavira, tem normalmente uma ideia pré-concebida em relação às opções de alojamento. 

Muitas pessoas pensam que só se pode pernoitar no parque de campismo (logo, apenas na época alta) e que as poucas casas que lá existem não estão disponíveis para alugar ou estão sempre cheias, num passa palavra eterno de clientes antigos e exclusivos que as torna quase um mito urbano.

Não é o caso — ou é quase, mas mesmo assim a NiT descobriu-a — da casa do algarvio João Diniz. Como ele já nos contou, é um apaixonado pela ilha e um defensor acérrimo do local, onde vive grande parte do ano.

A casa que aluga é a sua: só escapa para a cidade nos meses em que a consegue rentabilizar. Para o jovem, este local é um verdadeiro “paraíso” português, com visitas esporádicas de raposas, pesca, peixe fresco, pores do sol incríveis. Fala da ilha com um enlevo que contagia quem já a conhece — e que só será incompreensível para aqueles que nunca por lá passaram.

O algarvio foi à ilha pela primeira vez com seis dias de vida e durante toda a infância passou lá os verões. “A casa foi mandada construir pelo meu bisavô, na chaminé está escrito 1937 sendo que foi a data de construção. São duas casas geminadas: o meu bisavô entregou uma ao meu avô e outra à minha tia-avó”, começa por explicar.

Mais tarde, por motivos de doença, a tia-avó teve que vender a parte dela ao seu avô, que por sua vez entregou uma parte da propriedade à tia de João e outra ao seu pai, que acabou por doá-la ao filho.

Há dois anos, em janeiro de 2019, o jovem decidiu fazer uma renovação profunda, tendo transformado totalmente a casa. “A obra fui eu que a executei por completo com alguma ajuda de um pedreiro amigo”, explica. A empreitada foi toda idealizada por João, bem como a decoração: “Desde as pinturas a óleo, aos candeeiros com paus vindos de uma praia do norte de Espanha (Astúrias), aos quadros com estrelas do mar, tampa de santola, espinha de atum, búzios e corais; tudo da ilha.”

Após o término dessa obra, o algarvio passou a residir na casa, excepto durante o período entre os alugueres de curta duração no inverno e no verão, de junho a outubro. A habitação sofreu algumas alterações sendo a maior a cozinha nova, com placa de vitrocerâmica e forno.

Agora, a casa está disponível para quem quiser passar o Natal na ilha: de 20 a 27 de dezembro. A semana custa 600€, com tudo incluído — roupa de cama, toalhas, Wi-Fi ilimitado e lenha.

Normalmente, a moradia está classificada como alojamento local na plataforma da Airbnb, onde a pode espreitar como Casa Diniz, mas para esta semana em específico os pedidos de informações e as reservas deverão ser feitas pelo seu Facebook ou email (jfdiniz7@nullhotmail.com). Para lá chegar, tal como no verão, deve deslocar-se de barco (ou aquataxi).

João explica à NiT a decisão de arrendar a popular casa nesta altura do ano. “Pensei: passar um Natal diferente? Porque não, numa ilha com menos famílias que dedos de uma mão, num parque natural, onde quase se garante o sol diário, numa casa linda ou se preferirem uma linda casa, com todo o conforto e garantia de uma experiência fora do habitual?”, adianta.

“A ilha de Tavira é um dos mais belos paraísos do nosso País e fica inundada de gente — como todo o Algarve — durante o verão. Está quase deserta nesta altura, o ferry desde a cidade garante os passeios diários e existem alguns restaurantes abertos para satisfazer o estômago de qualquer um com os seus pratos simples ou um bom peixe da zona”, conclui.

Carregue na galeria para conhecer a casa que poderá alugar para passar este Natal em plena Ilha de Tavira.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT