Turismos Rurais e Hotéis

No novo hotel do Cais do Sodré pode explorar a Lisboa antiga e contemporânea

O DUO Lisbon Hotel, com vista para o rio Tejo, abriu ao público em junho e é a prova de que “os opostos se atraem”.
Abriu em junho.

O edifício do século XIX que hoje abriga o novo hotel Hilton de Lisboa, no Cais do Sodré, tem uma longa história. Passou por várias transformações ao longo dos anos e serviu diferentes propósitos, o que reflete também o caráter evolutivo da capital.

Antes de ser transformado no DUO Hotel Lisbon, Curio Cullection by Hilton, gerido pela Feureing Asset Management GmbH, estava sem qualquer uso. Era, por isso, a oportunidade perfeita para “restaurar e reaproveitar a estrutura histórica”.

“O nosso compromisso foi preservar o património arquitetónico, ao mesmo tempo que apresenta comodidades modernas para proporcionar aos hóspedes e uma estadia única e confortável”, explica à NiT a diretora-geral da unidade hoteleira, Concetta Schiano Lomoriello.

Ao perceberem que o edifício poderia ter tido diferentes inquilinos e distintas ocupações dos espaços, o imóvel sofreu mudanças que alteraram a sua configuração, especialmente no rés do chão. Desta forma, combina harmoniosamente dois estilos arquitetónicos distintos, um edifício tradicional do século XIX e uma construção mais moderna — e é daí que vem o nome DUO.

“Reflete a mistura de dois elementos distintos que caracterizam o hotel. É velho, mas novo, opostos que se atraem. Simboliza a dualidade de preservar o rico património cultural de Lisboa e, ao mesmo tempo, oferece serviços de hospitalidade contemporâneos e sofisticados”, explica. O antigo, mas renovado, edifício Boavista, e o moderno e novo Dom Luís, compõem assim a nova unidade hoteleira do Cais do Sodré, que abriu ao público 12 de junho. A isto junta-se ainda um fantástico pátio que nasceu no meio de ambas as propriedades.

As obras de renovação e restauro tiveram início em 2022 e o extenso projetou envolveu planeamento meticuloso para garantir o respeito pela integridade histórica da estrutura. “A transformação do imóvel é uma prova da nossa dedicação à qualidade e excelência”, sublinha.

A própria decoração remete para todo esse conceito, de explorar a Lisboa antiga e contemporânea. Os hóspedes podem escolher “visitar” a cidade a partir de um espaço mais clássico ou de um mais moderno. 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por DUO Hotel Lisbon, Curio Collection by Hilton (@duohotellisbon)

No edifício pombalino, destacam-se os elementos clássicos portugueses, como os tetos trabalhados em gesso e os azulejos como protagonistas, com cabeceiras de cama projetadas pelo Pedrita Studio, e piso de madeira. O arco em pedra no túnel de passagem ao jardim, para quem entra pela rua do Boavista, é outro dos destaques. 

Já no novo edifício encontra-se uma abordagem nova e contemporâneo, onde os azulejos pintados à mão na fábrica Viúva Lamego foram substituídos por azulejos em relevo liso e um padrão gráfico. “Os azulejos prestam homenagem à tradição cerâmica portuguesa, exibindo desenhos do catálogo histórico da fábrica e reproduções de motivos de azulejos industriais”, refere.

O que torna o DUO Hotel Lisbon tão único é a oferta diferenciada, a começar pela pastelaria Voyage que se encontra no interior da unidade hoteleira, algo “raro” em Lisboa. A isto junta-se o Novo Mundo, um “restaurante requintado com inspirações na época dos Descobrimentos”, e o Quiosque, que se inspira nos quiosques tradicionais da capital.

No restaurante do hotel, em colaboração com a reconhecida chef Marlene Viera, os hóspedes podem saborear a cozinha tradicional portuguesa com um toque moderno, enquanto na pastelaria podem encontrar iguarias portuguesas e outros doces. 

A unidade hoteleira possui 75 quartos, cada um com vistas deslumbrantes sobre o rio Tejo e as encantadoras casas típicas da cidade. As áreas comuns foram projetadas para “melhorar a experiência dos hóspedes e oferecer espaços para relaxamento e interação social”.

Entre elas destacam-se o lobby, uma área de estar aconchegante, uma sala de reuniões equipada para até 10 pessoas e um bar. O protagonista é o pátio urbano exuberante, que irá acolher um calendário de eventos ao longo do ano. Desde oficinas de pintura de azulejos a piqueniques, há uma série de experiências culturais que pode fazer no novo hotel do Cais do Sodré. 

Quanto aos valores da estadia, os preços rondam os 280€ por noite. As reservas podem ser feitas online.

Carregue na galeria para ver mais imagens do Duo Hotel Lisbon, no Cais do Sodré.

 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Dom Luís I, 18

    1200-151 Lisboa
ESTILO
hotel
PREÇO MÉDIO
Mais de 200€
AMBIENTE
urbano

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT