NiTcom

O novo turismo rural no Ribatejo para escapar entre natureza e animais

O Nature Forest Tourism abriu no final do verão de 2020 e tem as características perfeitas para uma fuga, mesmo em pandemia.
Parece bem. (foto @zemariara).

Surgiu para responder a uma necessidade de muitos: de um espaço aberto e simples para poder escapar da cidade, um recanto em pleno Ribatejo, onde se consiga relaxar junto da natureza, rodeado de pinheiros mansos, sobreiros, eucaliptos, pastagens, barragens, animais e trilhos por explorar.

O Nature Forest Tourism é um novo turismo rural que abriu no final do verão do ano passado e que só agora, com a pandemia a parecer dar algumas tréguas, começou a ser promovido.

Aqui, além de descansar e entre mergulhos na piscina, pode viver o habitat natural dos animais, num lugar no coração de Portugal. Pode colher especiarias da mini horta para as refeições, visitar as vacas e apreciar as vistas dos prados e da piscina junto à sua casa. Pode escolher andar, correr, nadar, andar de bicicleta, fazer piqueniques nas barragens ou simplesmente relaxar e encher-se das boas energias, de sossego e de descanso.

O projeto é de Ana Macedo. Aos 52 anos, esta Gestora e Empresária Agrícola e Florestal decidiu reabilitar as casas da Herdade de Martingil, da qual é proprietária e onde se insere o novo espaço.

A Herdade de família tem mais de mil hectares de montado de sobreiros, eucaliptos, pinheiros mansos, pastagens, gado e três barragens. Tudo aqui é simples e puro, e novo turismo também: o projeto foi feito sem arquiteto, tudo em modo homemade e com o objetivo de se tornar no fundo numa casa de campo, ainda que com um requinte moderno.

Segundo explica Ana à NiT, o maior investimento foi no conforto das camas, no mobiliário em madeiras, no chão em cortiça, janelões e portas amplas que proporcionem luz nos quartos e salas para os hóspedes estarem em contacto com a Natureza. Mas tudo com uma coisa em mente: que as pessoas se sentissem em sua casa.

O projeto abriu no final de julho de 2020, em plena pandemia, primeiro com a inauguração de três casas (dois T3 e um T1); mas o objetivo é já expandir, construir mais. “Se tudo correr como planeado, ideias não faltam”, conta a gestora.

Para aproveitar as suas férias ou fim de semana encontra, além de toda a envolvente natural, uma piscina de água salgada com 16 metros de comprimento, perfeita para refrescar nos dias mais quentes: aqui chegam a estar 45-50 graus no Verão.

Os hóspedes podem ir visitar as vacas e a porca, colher especiarias, fazer passeios no campo por trilhos, tanto a andar, correr ou de bicicleta. Ana está ainda neste momento a investir numa casa na árvore verdadeira para os miúdos que visitam, em ter mais animais e noutras atividades na barragem como canoagem e stand-up paddel.

Tudo isto se passa a apenas 1h40 de Lisboa: Santarém, Almeirim, Abrantes, Constância ficam a 35-40 minutos do turismo. Em todas encontra excelentes restaurantes, ou ainda tasquinhas regionais a 10-15 minutos. Mas para ser uma experiência única, a proprietária deixa uma dica: que os hóspedes usufruam do barbecue junto à piscina e com vista para os prados, ou das cozinhas e salas de jantar de cada casa e que estão totalmente preparadas para refeições de todo o tipo, acompanhados da vista incrível para os pinheiros. 

“Aqui pode desligar do trabalho, respirar ar puro e esquecer por completo o stress do dia a dia”, conclui a proprietária. Basta abrir as janelas para sentir a calmaria e sossego do espaço.

Os preços variam conforme a dimensão e tipologia da casa, se são estadias durante a semana ou fim de semana e épocas; e vão desde 145 euros por noite (o T1) até 250 euros por noite (o T3 com 200 m2).

De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor este novo turismo rural do Ribatejo.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Martingil, Chamusca, Portugal
    2140 Santarém - Portugal
ESTILO
turismo rural
PREÇO MÉDIO
Entre 100€ e 200€
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT