Turismos Rurais e Hotéis

O pitoresco chalet para reunir toda a família a uma hora de Lisboa

A propriedade com cerca de 3000 metros quadrados inclui um jardim com várias áreas de lazer. Tem vistas para a praia e para a serra.
Uma casa familiar com vista para o mar.

À primeira vista percebe-se logo que tem uma arquitetura fora do comum. Certamente não parece uma casa portuguesa, mas fica em Sintra, a poucos minutos da Praia das Maçãs. É o “Chalet Azenhas” e destaca-se pela singularidade. Feita de madeira, em tons cinzentos, com um verdejante jardim, o alojamento inspirado na arquitetura típica da Alemanha é agora de Isabel e da sua família.

“Nós gostávamos muito de ter uma casa de família, já andávamos à procura há imenso tempo. Somos muitos, tenho quatro irmãos e o meu parceiro e também co-proprietário, o João, tem cinco filhos”, conta Isabel Brut, de 47 anos, em entrevista à NiT. Mal sonhavam que a casa que adquiriram, em 2022, tinha sido construída para servir os mesmos propósitos.

Tudo começou na década de 70, quando um casal de alemães se decidiu mudar para Portugal. Construíram a casa da raiz — “uma pequena Alemanha”, como se percebe pela traça do edifício. “Fizeram a casa para que os filhos pudessem crescer lá, era uma morada de família”, explica. 

A dona, agora com cerca de 80 anos, decidiu que seria altura de mudar de casa, porque vivia lá sozinha. “O marido faleceu e os filhos já lá não moram há muitos anos. Não podia ter um ónus tão grande em cima, não era uma situação sustentável.”

Embora os novos proprietários tenham sentido que foi uma escolha difícil para a antiga dona, julgam ter sido um alívio para toda a família alemã, quando se aperceberam de que o legado que tinham construído se iria prolongar, servindo o mesmo propósito — reunir a família e os amigos para momentos felizes e marcantes. “Quero acreditar nisso”, confessa Isabel. 

“Apaixonámo-nos na hora. A casa era exatamente o que queríamos, tem seis quartos, dá para nos juntarmos todos”. Mantiveram a estética original da casa, mas fizeram algumas obras para modernizar alguns aspetos. 

Mas o que torna o lar num sítio verdadeiramente especial é o jardim que o rodeia. “É quase como se fosse um chalet no meio da floresta. Gostámos tanto disso que temos plantado ainda mais espécies, todas as que sejam já existentes no Parque Natural de Sintra, para criar um pequeno oásis de biodiversidade”.

Em setembro, contam ter 70 novas árvores, já para não falar das plantas dunares, visto que o solo nos 3000 metros quadrados dos terrenos é muito arenoso, devido à proximidade da praia. Fica apenas a um quilómetros da Praia das Maçãs, a 1,7 da Praia da Aguda e a 1,9 da Praia Pequena do Rodizio.

O jardim que só tem espécie do Parque Natural de Sintra.

Por dentro, optaram por não mexer muito com o desenho de origem. Acrescentaram um sexto quarto, abriram a zona da cozinha e da sala, modernizaram as casa de banho e substituíram as janelas. “Dotámo-la de alguns confortos, foi muito à base disso”, explica Isabel.

Além da piscina, do solário e dos vários espaços de lazer espalhados pelo jardim, seja para ler ou apenas descansar, o que torna a casa realmente espetacular, é o facto de ser muito pensada para os miúdos — o que tem feito sucesso é o trampolim e o campo de futebol. E não se preocupe, as áreas encontram-se afastadas umas das outras, precisamente para que ninguém incomode ninguém. 

Mas até mesmo para os dias mais cinzentos e chuvosos há alternativas. Existe uma sala de cinema, no andar de cima, e uma televisão na sala de estar, assim como uma zona de estudo. “Acabamos por ter sempre várias opções. Há espaço para estarmos todos juntos, sem estarmos uns em cima dos outros”, resume Isabel. 

Possivelmente, já se sentiu tentado a visitar a casa. Felizmente, é possível, desde abril. A decisão de abrir portas a um Alojamento Local veio da vontade de partilhar a oportunidade de convívio com os outros. “É um luxo demasiado grande ter esta casa sem a poder usar sempre, muitas vezes não temos a oportunidade de estar aqui, então quisemos estender esta possibilidade a outras pessoas”.

“O feedback tem sido ótimo. Sentimos que as pessoas tiveram uma experiência idêntica à nossa e isso deixa-nos muito felizes. Equipámos a casa para nós, temos aqui objetos nossos, das nossas outras vidas e eu gosto disso. Não gosto quando os alojamentos são muito impessoais e estéreis”, conta a co-proprietária.

Isabel descreve a estadia como algo que está longe, mas perto de tudo. “É tão isolado que até conseguimos ver pirilampos à noite, mas, ao mesmo tempo, também podemos ir para a serra ou para a praia num passeio de bicicleta ou a pé. Nem conhecia bem a região de Sintra, mas estou a ficar uma apaixonada”, revela. 

Naturalmente, os preços para as reservas dependem da época. Os quartos disponíveis são três com cama de casal e dois com três camas de solteiro e um beliche. Os meses de julho e agosto já se encontram praticamente esgotados. Em setembro, pode reservar uma noite para duas pessoas a partir de 533€. Pode consultar as disponibilidades e os preços online.

Carregue na galeria para ver mais imagens do Chalet Azenhas.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT