Turismos Rurais e Hotéis

Passar férias como a realeza no Algarve? O Palácio de Estói reabriu e traz novidades

A nova receção fica na capela, há mais peças de museu nos salões e até uma esplanada inédita.
Para veranear como um rei.

Uma boa ideia de verão? Viajar até ao Algarve e trocar os bungalows e apartamentos por um palácio e um tratamento real que faça esquecer os meses de confinamento. Quem o promete é o Palácio de Estói, a Pousada de Portugal que reabriu com novidades.

Encerrada desde 27 de março, voltou a abrir os salões em julho e promete uma experiência ainda mais sumptuosa. E nem a pandemia serviu de desculpa para avançar com o projeto de renovação que a década de funcionamento já pedia.

“O projeto estava desenhado no sentido de dar um refresh à unidade e isso iria acontecer, independentemente de fecharmos por causa da pandemia”, explica à NiT Marco Madaleno, supervisor do único hotel-palácio do Algarve.

É um cenário digno de um filme.

Assim foi e quem visita o palácio depara-se agora com os salões de estilo francês completamente renovados. A decoração também passou ter mais verdadeiras obras de museu. “Recuperámos algumas peças que estavam no museu de Faro e que agora vão estar expostas”, explica o supervisor da unidade de cinco estrelas.

Nas salas foram criados ainda expositores de vidro que irão proteger e exibir “peças e artefactos encontrados no palácio”, incluindo um presépio clássico. Mas a renovação alongou-se também para o restaurante. Ali, não só por causa da pandemia, foi alterado o layout das mesas, bem como uma expansão necessária para o exterior, onde há mais lugares nas esplanadas — e uma nova área.

“Ganhámos uma nova esplanada de oito lugares num lugar privilegiado, o jardim do Carrascal, onde antigamente se localizava a entrada original do Palácio”, esclarece.

As famosas colunas romanas — e muito ar livre

Na fase final está a última grande mudança: em breve, os visitantes farão a entrada no hotel através da luxuosa capela do palácio. É no espaço ao estilo clássico Louis XV que irá ficar instalada a nova receção.

“Queremos dar a experiência aos clientes de que estão a entrar verdadeiramente num palácio”, explica Marco Madaleno. No lugar da antiga receção irá funcionar um pequeno museu com peças recuperadas do histórico palácio construído no séc. XVII e que hoje faz parte da rede Small Luxury Hotels of the World.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT