Turismos Rurais e Hotéis

A “piscina de latão” do novo refúgio na aldeia mais alta do Parque Natural do Alvão

O alojamento a 745 metros de altitude nasceu do sonho de um casal que sempre quis ter “um cantinho na montanha”.
Fica em Mondim de Basto.

Sempre que têm algum tempo livre, Eduardo Porto e a namorada, Fátima Bravo, pegam na moto para desbravar o Parque Natural do Alvão. Já o conhecem de trás para a frente, mas não cansam de apreciar a beleza da área protegida situada entre os concelhos de Mondim de Basto e Vila Real.

Fátima, de 28 anos, é designer ilustradora e recorda-se dos tempos em que era escuteira e passava os dias a “acampar e a correr as montanhas a pé”. Já Eduardo, de 35, trabalha como motion designer, mas o que gosta mesmo é de dar passeios com a mota que comprou na pandemia. 

“Temos a sorte de ter o Parque Natural do Alvão mesmo aqui ao lado, que ambos adoramos. Fazemos muitas caminhadas por lá, principalmente ao fim de semana”, conta à NiT o casal, que vive em Vila Real. Sempre que recebem convidados tornam-se automaticamente em guias turísticos e os visitantes ficam a conhecer a região como ninguém.

Há muito que sonhavam ter “um cantinho na montanha”, onde se pudessem refugiar do mundo citadino. Mais tarde, quem sabe, até poderiam abrir um turismo rural — mas tudo aconteceu ao contrário. 

“Numa das minhas voltas de mota pelo parque, encontrei um pastor que me mostrou uma casa à venda. Quis logo mostrá-la à Fátima e ambos adoramos o espaço”, conta Eduardo. Já estava desabitada há algum tempo, mas a localização privilegiada conquistou o casal.

Situada no Barreiro, a aldeia mais alta do parque natural (em Mondim de Basto), a 745 metros de altitude, o imóvel de dois andares oferece vistas incríveis para as montanhas — e não pensaram duas vezes.

Inverteram a ordem dos objetivos e, em vez de a utilizarem como residência, transformaram-na num alojamento local. Tudo começou em fevereiro do ano passado, quando “puseram as mãos na massa”.

“Por fora estava em boas condições, mas fizemos uma reabilitação total no interior. Dividimos o imóvel em dois, a parte de baixo e a de cima, com entradas independentes”, explicam. 

Oito meses depois recebiam os primeiros hóspedes no Refúgio das Carquejas. O imóvel acolhe dois alojamentos: a Casa das Giestas (primeiro andar) e a das Mimosas (piso zero).

Com uma decoração idêntica, ambas podem receber até dois adultos e dois miúdos — e os animais também são bem-vindos, sem qualquer valor extra. Dispõem de um quarto, sala com sofá-cama, casa de banho e cozinha totalmente equipada.

Já no exterior, os hóspedes podem aproveitar o alpendre, o jardim, a horta biológica, o átrio e um tanque/piscina circular. “Não é para mergulhar, mas sim para se estar lá a relaxar, a ler um livro ou só a olhar para a montanha”, confessam. 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Refúgio das Carquejas (@refugio.das.carquejas)

“Por ser um sítio muito rochoso, fazer uma piscina ali ia ser muito complicado, então procuramos uma solução que se enquadrasse no terreno”, explicam. Para este ano, o casal já tem planos para instalar um segundo tanque, para que cada casa tenha o seu.

O Refúgio das Carquejas tem vista para o Monte Farinha, uma montanha a 947 metros de altitude, onde se encontra o Santuário de Nossa Senhora da Graça. Além disso, há muito para fazer nos arredores, numa região “bela o ano inteiro” — Eduardo e Fátima sabem disso melhor do que ninguém. Destacam a Barragem do Alvão, as Fisgas de Ermelo, as tascas tradicionais e os trilhos que é possível percorrer nas redondezas.

“É um local mágico onde se vivem experiências únicas, acontecem convívios improváveis e surgem amizades inesperadas. E sempre com o melhor pôr do sol do mundo no horizonte”, destacam.

Os preços da estadia variam entre os 65 e os 85€ por noite, dependendo da época. As reservas podem ser feitas online.

Carregue na galeria para ver mais imagens do novo alojamento na aldeia mais alta do Parque Natural do Alvão.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Principal do Barreiro nrº 1180
    4880-122 Mondim de Basto
ESTILO
alojamento local
PREÇO MÉDIO
Entre 50€ e 100€
AMBIENTE
serra

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT